Meteorologia

  • 23 ABRIL 2021
Tempo
15º
MIN 14º MÁX 20º

Edição

É "muito justa" atribuição de prémio da CPLP a Marcelo Rebelo de Sousa

A União das Cidades Capitais de Língua Portuguesa (UCCLA) considerou ser "muito justa" a atribuição, este ano, a Marcelo Rebelo de Sousa do prémio José Aparecido da Oliveira, pela Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP), foi hoje divulgado.

É "muito justa" atribuição de prémio da CPLP a Marcelo Rebelo de Sousa
Notícias ao Minuto

16:21 - 06/03/21 por Lusa

Cultura UCCLA

Na carta de "felicitações" enviada ao Presidente da República, o secretário-geral da UCCLA, Vítor Ramalho, disse estar "convicto" que com a atribuição daquele galardão "possibilitará, no quadro atual do mundo e do que se seguir ao termo da pandemia" causada pelo novo coronavírus, "um forte estímulo para que as relações entre os povos de língua portuguesa e, com eles, a CPLP, se aprofundem ainda mais".

"Ao tomar conhecimento da atribuição do Prémio José Aparecido de Oliveira, venho felicitá-lo vivamente pelo que o mesmo representa, e pela ação que tem defendido no aprofundamento das relações entre os países de língua oficial portuguesa e da CPLP. É muito justo", destaca a missiva que Vítor Ramalho enviou ao Presidente da República.

Para o secretário-geral da UCCLA "o facto do embaixador José Aparecido de Oliveira ter sido sempre um acérrimo defensor dessas relações tão importantes no mundo atual da afirmação da lusofonia", o nome de Marcelo Rebelo de Sousa, "seria, como foi, incontornável na ponderação" da atribuição daquela distinção.

Na sexta-feira, o secretário-executivo da CPLP anunciou que o Presidente português, Marcelo Rebelo de Sousa, é o vencedor deste ano do prémio José Aparecido da Oliveira.

Segundo o embaixador Francisco Ribeiro Telles, "o Presidente Marcelo Rebelo de Sousa foi escolhido por consenso" entre os membros do júri, os embaixadores dos nove Estados-membros da CPLP.

"Estamos muito agradados com esta decisão, por consenso, dos Estados-membros", acrescentou.

O diplomata adiantou que não está ainda definida a data nem o local em que o Presidente da República Portuguesa poderá receber o prémio, no valor de 30 mil euros, mas admitiu a possibilidade que este possa ser entregue numa cerimónia à margem da próxima conferência de chefes de Estado e de Governo da CPLP, prevista para julho em Luanda.

Criado em 2011, o prémio José Aparecido de Oliveira pretende homenagear personalidades e instituições que se distingam na defesa, valorização e promoção da comunidade lusófona.

Leia Também: Marcelo Rebelo de Sousa é o vencedor do prémio da CPLP deste ano

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório