Meteorologia

  • 20 ABRIL 2021
Tempo
15º
MIN 14º MÁX 20º

Edição

Porto destina 150 mil euros à compra de obras para Coleção Municipal

O projeto "Aquisições", do Porto, vai disponibilizar 100 mil euros, em 2021, para a aquisição de obras de arte a galerias, e 50 mil euros para compra direta a artistas e coletivos da cidade, adiantou a empresa municipal Ágora.

Porto destina 150 mil euros à compra de obras para Coleção Municipal
Notícias ao Minuto

17:48 - 01/03/21 por Lusa

Cultura Autarquias

Criada em 2018, a iniciativa está integrada na plataforma de apoio à arte contemporânea Pláka, coordenada pela empresa municipal Ágora - Cultura e Desporto do Porto, e tem como principais objetivos valorizar e documentar a memória da prática artística da cidade, dinamizando a Coleção Municipal de Arte.

O comité de seleção para 2021 é composto por "Eduarda Neves, curadora independente, professora e diretora da Escola Superior Artística do Porto; João Sousa Cardoso, encenador, professor universitário e atual consultor do Museu da Cidade do Porto; e Pedro de Llano, historiador de arte, curador e professor do Departamento de História da Arte da Universidade de Santiago de Compostela", especialistas de diferentes domínios da arte contemporânea, conforme o comunicado da Ágora hoje divulgado.

Dando continuidade às duas modalidades de aquisição desencadeadas em 2020 - a galerias e diretamente a criadores -, cabe a este painel independente a responsabilidade de acompanhamento e análise de projetos expositivos apresentados em contexto de galeria, fazendo recomendações de aquisição ao longo do ano, assim como a seleção das obras submetidas para compra direta a artistas e coletivos artísticos sediados na cidade.

À semelhança dos anos anteriores, o projeto "Aquisições" conta, na quarta edição, com um orçamento máximo de 100 mil euros para a aquisição de obras de arte a galerias, estando previstos dois momentos para recomendação de compra, durante os meses de julho e outubro.

A compra direta de obras a artistas e coletivos artísticos contempla um orçamento total de 50 mil euros, um aumento de 15 mil euros em relação a 2020, estando aberta à submissão de sugestões de aquisição de 1 a 15 de abril.

Através do projeto "Aquisições", criado em 2018, o município do Porto adquiriu, desde então, até à data, um total de 65 novas obras de arte, 21 das quais através da modalidade de compra direta a artistas, conclui aquela empresa municipal.

Os artistas e coletivos já incluídos na coleção através deste programa de "Aquisições" são Adelina Lopes, Albuquerque Mendes, Alice dos Reis, Álvaro Lapa, Ana Torrie, Ana Vidigal, André Cepeda, António Olaio, Beatriz Albuquerque, Carla Cruz, Carlos Mensil, Cecília Costa, Cristina Regadas, Daniel Moreira e Rita Castro Neves, David Correia Gonçalves, Dayana Lucas, Diogo Jesus, Dionísio Souto Abreu, Domingos Loureiro, Dori Nigro, Eduardo Batarda, Fernanda Fragateiro, Fernando Marques de Oliveira, Flávia Vieira, Francisco Tropa, Gerardo Burmester, Graça Sarsfield, Hernâni Reis Baptista, Isabel Carvalho, Isaque Pinheiro, João Alves, João Gabriel, João Jacinto, João Marçal, João Pedro Vale e Nuno Alexandre Ferreira, José Simões, Luísa Abreu, Mafalda Santos, Manuela dos Campos, Maria José Oliveira, Maria Trabulo, Mauro Cerqueira, Miguel Leal, Nelson Miranda, Nikias Skapinakis, Nuno Cera, Oficina Arara, Patrícia Almeida, Paulo Nozolino, Pedro Cabrita Reis, Pedro Huet, Pedro Tudela, Pires Vieira, Rui Neto, Silvestre Pestana, Susana Chiocca, Susana Gaudêncio e Susana Soares Pinto.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório