Meteorologia

  • 27 NOVEMBRO 2020
Tempo
16º
MIN 9º MÁX 16º

Edição

João Garcia Miguel leva Álvaro de Campos e a 'Ode Marítima' ao Youtube

A 'Ode Marítima', de Álvaro de Campos, numa encenação e interpretação de João Garcia Miguel, estreada em setembro, em Aveiro, chega hoje à plataforma digital Youtube, anunciou hoje a companhia.

João Garcia Miguel leva Álvaro de Campos e a 'Ode Marítima' ao Youtube
Notícias ao Minuto

07:33 - 30/10/20 por Lusa

Cultura Youtube

Inspirada no poema homónimo de Álvaro de Campos, heterónimo de Fernando Pessoa, o monólogo junta poesia, teatro e música, criada exclusivamente para a obra, a cargo do grupo de acordeonistas portugueses Danças Ocultas.

No espetáculo, João Garcia Miguel revisita a infância daquele poeta do século XX, através de narrativas pautadas pela ironia, enquanto vai abordando temas como a solidão, a confusão da cidade e a fantasia, contando ainda com várias narrativas, que, do início ao fim, fazem uso da ironia.

"Há textos da literatura portuguesa que são incontornáveis e que, pela sua força e história, nunca desaparecem do nosso imaginário. O poema 'Ode Marítima' é um deles e, por isso, quisemos trazê-lo a palco com uma roupagem diferente, mais adaptada aos dias de hoje, e longe de uma leitura direta e naturalista do texto original", explica João Garcia Miguel, na apresentação do espetáculo.

Publicada por Fernando Pessoa no n.º 2 da revista Orpheu, a "Ode Marítima" é assinada e atribuída ao seu heterónimo Álvaro de Campos, engenheiro naval, que celebrou, através da poesia, o triunfo da máquina e da civilização moderna.

Em muitos dos seus poemas modernistas, como é o caso da 'Ode Marítima', Álvaro de Campos apresenta a beleza dos "maquinismos em fúria" e da força da máquina por oposição à beleza tradicionalmente concebida.

Neste poema, exterior e interior são separados pela mesma distância que vai do poeta, no cais deserto, ao navio que ele vê ao longe, a distância entre a sensação e a coisa, e entre a sensação como realidade interior e o paquete como realidade exterior, descreve a montagem da obra.

Esta não é a primeira vez que a 'Ode Marítima' sobe a palco em formato de espetáculo teatral com música. Já em 2014, Diogo Infante encenou e interpretou a obra de Álvaro de Campos, com direção cénica de Natália Luísa.

A versão de João Garcia Miguel foi estreada no Teatro Aveirense, há um mês, onde a companhia esteve em residência artística.

A sua apresentação 'online' está integrada no projeto "Festa dos Anos de Álvaro de Campos", que reúne criações artísticas de todo o mundo em homenagem ao heterónimo de Fernando Pessoa, acrescenta a companhia.

Após a estreia no Youtube, "Ode Marítima" ficará disponível no canal desta estrutura, juntando-se a outros 41 espetáculos.

A 'Ode Marítima' poderá vir a ser apresentada noutras cidades, além de Aveiro, mas sem certezas nem datas fechadas, devido ao agravamento da pandemia de covid-19.

A Companhia João Garcia Miguel, fundada em 2002, é uma companhia de criação artística contemporânea que pesquisa o desenvolvimento artístico e criativo em artes performativas, exploradas no teatro, que tem como diretor artístico e encenador João Garcia Miguel.

'Ode Marítima' poderá ser vista em 'streaming' a partir das 21h30, aqui

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório