Meteorologia

  • 23 OUTUBRO 2020
Tempo
20º
MIN 12º MÁX 20º

Edição

Michael Kiwanuca vence prémio Mercury pelo álbum 'Kiwanuca'

O artista britânico Michael Kiwanuka venceu na noite de hoje o prémio Mercury pelo terceiro disco que lançou, "Kiwanuka", e que foi considerado o melhor álbum do ano.

Michael Kiwanuca vence prémio Mercury pelo álbum 'Kiwanuca'
Notícias ao Minuto

21:24 - 24/09/20 por Lusa

Cultura Michael Kiwanuka

Esta foi a terceira vez que o músico e compositor de 33 anos foi nomeado para o galardão. Entre a lista de artistas nomeados estavam Dua Lipa, por 'Future Nostalgia', e o 'rapper' Stormzy, por 'Heavy is the Head'.

"Ganhar o Mercury é como um sonho tornado realidade", disse o artista britânico.

A compilação de Kiwanuka homenageia as figuras da luta pelos direitos civis nos Estados Unidos da América.

"Queria realmente expressar-me da maneira mais verdadeira possível. Decidi, ao fazer este álbum, que queria que fosse como sou, para desfrutar, não para me contar e me revelar", explicitou o músico.

De acordo com a DJ irlandesa Annie Mac, que anunciou o vencedor, o júri foi "unânime" em nomear Kiwanuka e o álbum com o nome do artista o melhor do ano.

"Realmente merecia ganhar o prémio", declarou.

Michael Kiwanuk, filho de imigrantes ugandeses, também foi indicado para o prémio de melhor artista a solo masculino e também de melhor álbum nos Brit Awards.

Criado em 1991, o prémio Mercury homenageia o melhor álbum britânico ou irlandês do último ano. O vencedor também recebe um prémio monetário de 25 mil libras (cerca de 28 mil euros) e, geralmente, receber o galardão impulsiona as vendas do álbum premiado.

A cerimónia de anúncio e entrega do prémio costuma contar com atuações artísticas dos nomeados, mas, este ano, devido à pandemia, o anúncio remeteu-se à apresentação pela televisão.

Michael Kiwanuka tem dois concertos previstos para Portugal em maio de 2021.

"Dada a evolução da pandemia de covid-19 e consequentes restrições de circulação entre países, nomeadamente com imposições de quarentena, a digressão de Michael Kiwanuka, da qual faziam parte os concertos marcados para Portugal, foi adiada para maio do próximo ano. As novas datas estão agora marcadas para os dias 20 de maio no Campo Pequeno, em Lisboa, e 21 de maio na Super Bock Arena -- Pavilhão Rosa Mota, no Porto", anunciou em agosto a promotora Música no Coração.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório