Meteorologia

  • 07 AGOSTO 2020
Tempo
20º
MIN 18º MÁX 33º

Edição

Cuca Roseta e cumprimento de promessa marcam Cavalhadas de Vildemoinhos

A transmissão em direto na internet do cortejo dos cavalos e Cuca Roseta a cantar pelas ruas de Viseu marcam a 368.ª edição das Cavalhadas de Vildemoinhos, neste ano "histórico e único", disse hoje a organização.

Cuca Roseta e cumprimento de promessa marcam Cavalhadas de Vildemoinhos
Notícias ao Minuto

13:28 - 22/06/20 por Lusa

Cultura Viseu

"Este ano é diferente e vamos aproveitar o melhor que este diferente nos traz", explicou à agência Lusa a responsável pela comunicação da comissão deste ano das Cavalhadas de Vildemoinhos, uma aldeia do concelho de Viseu que já se encontra dentro do perímetro urbano.

Na noite de 23, terça-feira, "um dos pontos altos dos festejos, com a queima do pinheiro com rosmaninho, que este ano não acontecerá, será marcado pelo espetáculo de Cuca Roseta, porque este dia tão importante teria de ter algo" que assinalasse a noite de São João.

"Vamos ter a Cuca Roseta no seu espetáculo Trio Elétrico Portugal à Janela. O percurso está divulgado nas redes sociais e não vai haver paragens. Pedimos que se mantenham em segurança, com as devidas precauções e proteções, porque esta é uma possibilidade de viver o São João em segurança com a presença de uma grande artista", assumiu.

Cuca Roseta cantará nas ruas de Viseu entre as 19:00 e as 20:00 e, a partir das 21:30 até às 23:00, será nas ruas de Vildemoinhos que o fado, músicas populares e música dos santos se fará ecoar.

Anabela Abreu explicou que, na base do cortejo alegórico, que tradicionalmente todos os anos sai às ruas da cidade, está o cumprimento de uma promessa junto da capela de São João Baptista, no lado oposto da cidade [em relação a Vildemoinhos], e, este ano, "é isso que vai ser evidenciado, porque a promessa tem de ser cumprida".

"Na base está uma disputa de água, disputa essa que os moleiros de Vildemoinhos ganharam e, para agradecer a intervenção divina nessa disputa, prometeu-se que todos os anos iríamos a São João da Carreira dar três voltas à capela, em agradecimento. Esta promessa teria de ser cumprida", afirmou Anabela Abreu.

Esta responsável admitiu que o lado religioso das cavalhadas "é o menos visível e conhecido" e, por isso, a organização "decidiu divulgá-lo pelo mundo".

A partir das 09:00 do dia de S. João haverá uma emissão em direto na página da internet das Cavalhadas de Vildemoinhos e também nas redes sociais da organização, como o Facebook.

"Irão só o alferes, dois mordomos e o moleiro, com as suas bandeiras, fazer o cumprimento da promessa e será, certamente, arrepiante assistir às três voltas na capela de São João da Carreira, onde aconteceu uma das batalhas pelas águas. Ali, naquele silêncio, só com a reza que os mordomos fazem e ao mesmo tempo estar a ser transmitido para todo o mundo", disse.

Anabela Abreu adiantou que enquanto se assiste ao cortejo dos quatro cavalos, a caminho da capela e no regresso a Vildemoinhos, haverá "um painel de convidados que vai falando e trocando histórias da tradição e dos vários episódios dos 368 anos" de Cavalhadas.

"Será uma oportunidade para as pessoas verem o cumprimento da promessa, verem Vildmeoinhos e Viseu, e nós acreditamos que será algo histórico e uma emissão única que vai ficar para os séculos de história das Cavalhadas", assumiu.

O cortejo tradicionalmente conta com dezenas de cavaleiros, "alguns de longe", que se associam ao São João em Vildemoinhos, mas, este ano, a organização "tem feito uma campanha muito grande na internet, e não só, para que ninguém se desloque a Viseu ou a Vildemoinhos, porque poderão assistir a tudo em segurança, em casa".

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório