Meteorologia

  • 05 JULHO 2020
Tempo
37º
MIN 18º MÁX 37º

Edição

Seia reabre museus, galerias de arte, auditórios e posto de turismo

O município de Seia reabriu os museus, o posto de turismo, o estádio municipal, as galerias de arte e os auditórios da Casa Municipal da Cultura, com limitações de entradas e regras de segurança, foi hoje anunciado.

Seia reabre museus, galerias de arte, auditórios e posto de turismo
Notícias ao Minuto

09:37 - 19/05/20 por Lusa

Cultura Seia

A autarquia presidida por Carlos Filipe Camelo refere em comunicado enviado à agência Lusa que possibilita, desde segunda-feira, visitas ao Museu do Brinquedo, ao Museu Natural da Eletricidade e ao Centro de Interpretação da Serra da Estrela.

No mesmo dia, o município reabriu as galerias e os auditórios da Casa Municipal da Cultura, "com as devidas limitações de entradas e cumprindo-se as regras de segurança e de saúde que são transversais a todos os edifícios, em conformidade com as orientações da Direção-Geral da Saúde".

O Posto de Turismo de Seia também reabriu, mas, segundo a nota, "pelo facto de se encontrar em obras, fará o atendimento no Museu do Brinquedo".

Foi ainda estabelecida a abertura condicionada do Complexo Desportivo Quinta da Nogueira (Estádio Municipal), "permitindo a prática desportiva ao ar livre com regras de distanciamento físico e limitação reduzida", indica a mesma autarquia do distrito da Guarda.

"Em todas as situações é obrigatório o uso de máscara, a higienização regular das mãos e o cumprimento das normas de distanciamento social", lê-se.

O município lembra que, "em linha com as medidas de levantamento gradual de confinamento do Governo, e sem deixar de priorizar a prevenção contra a transmissão da pandemia da doença covid-19", o seu presidente, Carlos Filipe Camelo, determinou as regras gerais para "a retoma progressiva da vida social e económica, com vista a iniciar a fase de recuperação e revitalização da economia".

A nível global, segundo um balanço da agência de notícias AFP, a pandemia de covid-19 já provocou mais de 316.000 mortos e infetou mais de 4,7 milhões de pessoas em 196 países e territórios.

Portugal contabiliza 1.231 mortos associados à covid-19 em 29.209 casos confirmados de infeção, segundo o último boletim diário da Direção-Geral da Saúde (DGS) sobre a pandemia.

Portugal entrou no dia 03 de maio em situação de calamidade devido à pandemia, depois de três períodos consecutivos em estado de emergência desde 19 de março.

Esta nova fase de combate à covid-19 prevê o confinamento obrigatório para pessoas doentes e em vigilância ativa, o dever geral de recolhimento domiciliário e o uso obrigatório de máscaras ou viseiras em transportes públicos, serviços de atendimento ao público, escolas e estabelecimentos comerciais.

O Governo aprovou na sexta-feira novas medidas, entre as quais a retoma das visitas aos utentes dos lares de idosos, a reabertura das creches, aulas presenciais para os 11.º e 12.º anos e a reabertura de algumas lojas de rua, cafés, restaurantes, museus, monumentos e palácios.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório