Meteorologia

  • 01 JUNHO 2020
Tempo
23º
MIN 17º MÁX 28º

Edição

Festival Literário do Interior Palavras de Fogo adiado para outubro

A terceira edição do Festival Literário Internacional do Interior (FLII) - Palavras de Fogo, que deveria decorrer em junho, foi adiada para os dias 15 a 18 de outubro devido à pandemia da covid-19, anunciou hoje a organização.

Festival Literário do Interior Palavras de Fogo adiado para outubro
Notícias ao Minuto

13:39 - 27/03/20 por Lusa

Cultura Literatura

Sob o lema "A arte e a cultura como reanimadores de uma região e de um povo", e com o patrocínio do Presidente da República, o FLII estava agendado para de 13 a 17 de junho, em 11 concelhos de Coimbra e Leiria afetados pelos fogos de 2017, em homenagem às vítimas.

Coordenado pela Arte-Via Cooperativa, sediada na Lousã, tem como tema transversal "Cuidar o Futuro", tónica muito particular nas questões ambientais, "que é a prioridade das prioridades atualmente", segundo um comunicado enviado à agência Lusa.

Este festival congrega autarquias e instituições dos municípios de Ansião, Alvaiázere, Pedrógão Grande, Castanheira de Pera, Figueiró dos Vinhos, Penela, Arganil, Tábua, Miranda do Corvo (Fundação ADFP), Lousã (Cooperativa Arte-Via) e Pampilhosa da Serra (Associação Cultural e Recreativa de Pescanseco).

O festival deste ano, que deverá reunir cerca de três dezenas de escritores nacionais e estrangeiros, é dedicado à antiga primeira-ministra Maria de Lurdes Pintassilgo, por ocasião dos 90 anos do seu nascimento, e ao escritor Fernando Namora, cujo centenário se assinala.

Durante o evento será lançado o livro vencedor da 1.ª edição do Prémio Literário FLII - Palavras de Fogo, patrocinado pela Direção Regional de Cultura do Centro, e durante o mês de outubro haverá novamente uma residência literária, cujos convidados percorrerão os concelhos do consórcio.

"Trata-se de um evento intermunicipal, daí o seu caráter inovador, que decorrerá em 11 concelhos da região afetados pelos fogos, com o objetivo de levar os livros e os escritores aos sítios mais inusitados e imprevisíveis, como fábricas, campos, praias, igrejas, mercados, romarias, locais onde as pessoas trabalham e convivem", adianta a Arte-Via.

O novo coronavírus, responsável pela pandemia da covid-19, já infetou mais 505 mil pessoas em todo o mundo, das quais morreram cerca de 23.000.

Portugal regista hoje 76 mortes associadas à covid-19, mais 16 do que na quinta-feira, e o número de infetados subiu para 4.268, segundo o boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório