Meteorologia

  • 01 ABRIL 2020
Tempo
14º
MIN 6º MÁX 14º

Edição

Steven Spielberg não vai realizar próximo 'Indiana Jones'

O cineasta norte-americano Steven Spielberg recusou-se a realizar o próximo filme 'Indiana Jones', a quinta aventura que vai chegar ao grande ecrã em 2021, numa decisão inédita em 39 anos, desde o início da saga.

Steven Spielberg não vai realizar próximo 'Indiana Jones'
Notícias ao Minuto

22:03 - 26/02/20 por Lusa

Cultura Indiana Jones

De acordo com uma entrevista feita ao realizador pela revista Variety, publicada hoje e citada pela agência espanhola Efe, Spielberg vai continuar vinculado ao projeto como produtor, mas vai ceder a realização a James Mangold, que teve 'Le Mans '66: O Duelo', nomeado para o Óscar de Melhor Filme.

Fontes próximas de Steven Spielberg indicaram que a decisão foi tomada pelo próprio cineasta, com o propósito de renovar os direitos sobre a série 'Indiana Jones', e atrair as gerações mais jovens.

Harrison Ford, o protagonista desde o início da saga, em 1981, como o arqueólogo Henry Jones, Jr., vai continuar com o projeto.

Ainda sem título definitivo, o quinto filme de 'Indiana Jones' vai dar continuidade às aventuras idealizadas por George Lucas - produtor norte-americano que ficou mundialmente conhecido pela saga 'Guerra das Estrelas' - e que tinha sido realizada, até agora, por Spielberg.

Os três primeiros filmes estrearam-se na década de 1980: 'Indiana Jones e Os Salteadores da Arca Perdida', 1981; 'Indiana Jones e o Templo Perdido', 1984; 'Indiana Jones e a Grande Cruzada', em 1989.

A trilogia 'Indiana Jones', estreada entre 1981 e 1989, rendeu mais de 750 milhões de euros de receita de bilheteira em todo o mundo.

O quarto 'episódio' estreou-se em 2008 e foi o maior êxito de bilheteira deste 'franchising'. Em Portugal, só nos primeiros cinco dias de exibição, conseguiu bater o recorde de um quarto de milhão de espetadores.

O quinto filme, coordenado pela Disney, foi anunciado em 2016 e a estreia estava prevista para 2019, mas foi adiada para 2021, devido a demissões e falta de consenso da equipa de argumentistas.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório