Meteorologia

  • 19 JANEIRO 2021
Tempo
13º
MIN 4º MÁX 14º

Edição

Morreu poeta egípcio Negm, símbolo da contestação política

O poeta egípcio Ahmed Fouad Negm, conhecido pela sua poesia revolucionária e pelas críticas duras aos líderes políticos, morreu hoje aos 84 anos, anunciou um editor.

Morreu poeta egípcio Negm, símbolo da contestação política
Notícias ao Minuto

11:49 - 03/12/13 por Lusa

Cultura Autor

"Ahmed Fouad Negm faleceu. Tinha 84 anos", disse à agência France Presse Mohammed Hashem.

Negm esteve preso, no total, durante 18 anos por tecer fortes críticas a antigos presidentes egípcios, como Gamal Abdel Nasser, Anwar Sadat e Hosni Mubarak. O poeta tornou-se conhecido como uma voz de protesto em 1967, quando escreveu poemas sobre a guerra israelo-árabe, que foram muito aplaudidos.

Em 2011, durante a revolta contra Mubarak, os manifestantes recitavam frequentemente os seus poemas revolucionários na icónica Praça Tahir, no Cairo, o epicentro do protesto do antigo líder egípcio, que se prolongou por 18 dias.

Negm também se notabilizou pela sua colaboração, durante décadas, com o músico egípcio Sheikh Iman, e era reconhecido como um herói popular.

Filho de um polícia e de uma dona de casa, Negm nasceu em 1929 na cidade egípcia de Sharqia e era um de 17 filhos.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório