Meteorologia

  • 10 DEZEMBRO 2019
Tempo
10º
MIN 7º MÁX 15º

Edição

'Sefarad' estreou na Amazon Prime e fala da comunidade israelita no Porto

O filme 'Sefarad' (Península Ibérica em hebraico), do realizador Luís Ismael, conta a história da comunidade judaica do Porto desde 1496 até aos nossos dias, e estreou-se na Amazon Prime, avançou hoje à Lusa fonte oficial.

'Sefarad' estreou na Amazon Prime e fala da comunidade israelita no Porto
Notícias ao Minuto

23:13 - 18/11/19 por Lusa

Cultura Amazon Prime

O filme 'Sefarad' (que em hebraico tradicional significa Península Ibérica, mas que nos dias hoje também significa Espanha), conta a "história da comunidade judaica do Porto desde 1496 até aos nossos dias", avançou hoje à Lusa Michael Rothwell, porta-voz da Comunidade Israelita do Porto (CIP).

Segundo Michael Rothwell, 'Sefarad' "estreou-se para o grande público na sexta-feira passada", dia 15, na Amazon Prime, uma plataforma concorrente da Netflix que transmite séries e filmes, tendo sido apresentado pela primeira vez no festival de cinema judaico em Miami (EUA), em janeiro de 2019, e arrecadando vários galardões.

A longa-metragem 'Sefarad', com duração de 90 minutos, recebeu recentemente um prémio em Moscovo (Rússia) pela preservação da memória sefardita, tendo também recebido uma distinção pela Bnei Brith International (organização judaica).

O filme foi realizado em 2018, pelas empresas Lightbox e Em Relevo, e teve como realizador Luís Ismael, acrescentou Rothewell.

A película vai ser ampliada ao período inquisitorial, avançou Rothewell, prevendo-se que vá ter uma espécie de sequela em 2020, onde se vai juntar um novo filme sobre o período da Inquisição em Portugal.

O segundo filme, que abarca o período histórico entre 1496 - data da expulsão dos judeus de Portugal ou a reconverterem-se aos cristianismo -, até 1923, ano em que a comunidade israelita se estabeleceu no Porto, "retratará a fase da inquisição com base em factos verídicos que aconteceram em 1618".

Esse segundo filme deve estar terminado em 2020, para depois ficar disponível ao grande público em 2021, disse Michael Rothwell, recordando que a Comunidade Israelita do Porto já "construiu um museu judaico no Porto, ainda não aberto ao público por razões de segurança", juntamente "com parceiros internacionais da comunidade judaica americana e britânica".

O outro filme apoiado pela CIP é o 'The Nun's Kaddish', que foi galardoado com mais de 20 prémios em festivais desde Los Angeles (EUA) a Paris (França), tendo merecido "uma elogiosa carta do Papa [Francisco], em outubro passado".

O filme 'The Nun's Kaddish' recebeu hoje uma menção na página do Bispo do Porto da rede social Twitter, onde se lê: "A Comunidade Judaica do Porto produziu um filme que já obteve mais de vinte prémios devido à cena final: duas freiras católicas rezam o 'Kaddish', oração pelo defunto Dr. Oppenheim", e que era "possível a sadia convivência religiosa e a elevação espiritual".

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório