Meteorologia

  • 07 DEZEMBRO 2019
Tempo
11º
MIN 9º MÁX 17º

Edição

Jonathan Coe e Germano Almeida no festival literário de Viseu

O inglês Jonathan Coe, a uruguaia Carmen Posadas e cabo-verdiano Germano Almeida são alguns dos escritores que estarão presentes no festival literário de Viseu, entre 06 e 08 de dezembro, anunciou hoje a câmara local.

Jonathan Coe e Germano Almeida no festival literário de Viseu
Notícias ao Minuto

21:00 - 18/11/19 por Lusa

Cultura festival literário de Viseu

Durante três dias, o Solar do Vinho do Dão voltará a abrir as portas e a acender as lareiras para a sexta edição do salão Vinhos de Inverno, que integra o festival literário Tinto no Branco.

"Teremos 30 eventos distribuídos por três dias, com 24 horas de propostas, espetáculos e mesas literárias, com a participação de 28 escritores, mais de 20 produtores de vinhos do Dão e, pelo menos, uma dúzia de produtores agroalimentares", disse hoje o vereador da Cultura, Jorge Sobrado, durante a apresentação do evento.

O também diretor da associação Viseu Marca, que este ano assume os custos do festival literário, explicou que "há muito tempo" havia a vontade de atrair a Viseu Germano Almeida, Prémio Camões 2018, o que foi agora conseguido, ao abrigo de uma parceria com o festival cabo-verdiano Morabeza.

Em Viseu estarão também pela primeira vez o escritor e romancista Jonathan Coe, com a sua mais recente obra "O coração de Inglaterra", e a escritora Carmen Posadas, que reside em Madrid e é autora de vários livros infantis e romances.

Afonso Reis Cabral, Samuel Gonçalves, Frei Bento Domingues e Francisco José Viegas são nomes de outros escritores que estarão presentes.

Jorge Sobrado disse que, pela primeira vez, foi criada uma "janela específica para os autores de Viseu", exemplificando com a participação do investigador Henrique Almeida, que apresenta o seu "Glossário Aquiliniano" logo na abertura do festival.

"É um instrumento de ligação, de sedução pelo universo aquiliniano", explicou.

Estarão também em Viseu "grandes nomes da crítica de vinhos", como os jornalistas João Paulo Martins e Pedro Garcias e o produtor e enólogo Carlos Silva, acrescentou.

Jorge Sobrado disse ainda que Justa Nobre, Francisco José Viegas, Diogo Rocha e Paulo Moreiras "dedicar-se-ão a fazer uma viagem sobre a gastronomia portuguesa e sobre a gastronomia beiraltina, não apenas discutindo o património, mas perspetivando as dinâmicas contemporâneas".

Segundo o vereador, este pretende ser "o mais charmoso dos eventos culturais de inverno do país", prometendo "fazer crescer vinho na boca e ideias no espírito".

"É uma poderosa proposta de combinação de vinhos e de livros, de conversas e de provas, de espetáculos e de workshops pedagógicos, com a preocupação de ser um evento para a comunidade, familiar, mas também um especial e magnético pretexto para atrair visitantes e turistas a Viseu", frisou.

O evento integra também um cartaz musical, tendo confirmadas as presenças das bandas portuguesas The Happy Mess e The Black Mamba e o viseense Carlos Peninha, que lançará o seu mais recente álbum, intitulado "Ponto de Vista".

O presidente da Câmara de Viseu, Almeida Henriques, lembrou que é o sexto ano consecutivo do salão Vinhos de Inverno e o quinto ano do festival literário Tinto no Branco.

"Os eventos conseguem implantar-se quando têm uma lógica de continuidade", considerou.

No ano passado, as duas iniciativas contaram com cinco mil participantes, um número que deixa o autarca satisfeito, mas que gostaria de ver aumentado.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório