Meteorologia

  • 20 OUTUBRO 2019
Tempo
16º
MIN 12º MÁX 18º

Edição

Me Too mudou castings e "noções pré-concebidas"

A nova cara de 'Investigação Criminal', Diona Reasonover, considerou que o impacto dos movimentos Me Too e Time's Up se fez sentir nos 'castings' e no tratamento dos atores, disse à Lusa numa conversa em Los Angeles.

Me Too mudou castings e "noções pré-concebidas"
Notícias ao Minuto

09:55 - 15/09/19 por Lusa

Cultura Diona Reasonover

A atriz, que na 16.ª temporada entrou para o elenco principal no papel da cientista forense Kasie Hines, devido à saída de Pauley Perrette (Abby), salientou o surgimento de coordenadores de intimidade nos estúdios, novos profissionais contratados para facilitar a filmagem de cenas íntimas entre atores.

"O facto de estarmos a desafiar essas noções pré-concebidas e a forma como se escolhem os atores e como são tratados é importante", afirmou. "Espero que isso mude a forma como interagimos na vida real e percebamos que o que fazemos afeta outras pessoas e temos de as tratar com respeito, da mesma forma que queremos ser tratados", acrescentou.

Aos 27 anos, sublinhou que não passou pelas experiências que levaram à ascensão do Time's Up e nunca foi confrontada com pedidos inapropriados no chamado "sofá das audições".

"Não foi a minha experiência, mas é de loucos que isso fosse algo que se aceitava, até como piada, durante tanto tempo", disse Diona Reasonover.

A afro-americana, casada com a também atriz Patricia Villetto, admitiu que ficou surpreendida quando foi escolhida para substituir uma das personagens mais populares e antigas da série, mas não sentiu que tal foi feito para corresponder a uma nova exigência de caras diversas.

"Eu sabia que não ia apenas preencher uma quota de diversidade", afirmou, explicando que a sua formação foi feita no teatro e agarrou de imediato a possibilidade de fazer televisão numa das séries mais vistas do mundo.

"Ter a oportunidade de interpretar uma personagem durante muito tempo e experimentar o seu crescimento narrativo é excitante", disse, caracterizando Kasie Hines como "alguém que não tem medo de saltar, ser apaixonada e estar errada, por vezes".

Diona Reasonover afirmou que foi "tratada com muito carinho" pela equipa da série e que Mark Harmon, o ator que dá vida ao patrão Jethro Gibbs, é "um excelente número um", preocupado com o bem-estar dos outros e generoso. No final do ano passado, o ator convidou o elenco para sua casa e decidiu fumar salmão para todos.

A atriz disse que sente o peso da responsabilidade, por ser uma série que está no ar há muito tempo e que tem muita gente a assistir. "Há muitas lendas da televisão no elenco, e estou a tentar garantir que consigo estar ao mesmo nível", garantiu.

A 17.ª temporada de 'Investigação Criminal', que se estreia nos Estados Unidos a 24 de setembro, tem como um dos maiores atrativos o regresso da personagem Ziva David, interpretada por Cote de Pablo, que saiu da série em 2013.

"As histórias que eles conseguem fazer agora no NCIS são mais arrojadas", declarou Reasonover. "Com mais meios surgem mais vozes e mais oportunidades para séries que quando começaram talvez tivessem um tipo limitado de histórias que podiam fazer".

Os novos episódios de 'Investigação Criminal' regressam em novembro ao AXN Portugal, onde é atualmente possível ver a reposição de temporadas anteriores.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório