Meteorologia

  • 20 OUTUBRO 2019
Tempo
16º
MIN 12º MÁX 18º

Edição

Tiago Bettencourt e HMB: Os estilos não se opõem, complementam-se

A banda e o cantor estiveram juntos em palco para cantar alguns dos êxitos de ambos os artistas.

Tiago Bettencourt e HMB juntaram-se novamente em palco para mais um Heineken Convida, que decorreu na última quinta-feira, dia 5 de setembro, no Praia no Parque, em Lisboa. Numa noite típica de verão, a banda e o cantor português interpretaram juntos alguns temas de ambas as partes, como 'Não Me Leves a Mal' e 'Se Me Deixasses Ser'. 

Antes do espetáculo, o Notícias ao Minuto esteve à conversa com os artistas e Bettencourt já falava em nervosismo. "É possível que agora comece a ficar nervoso porque já percebi que estão aqui muitos amigos meus. Só fico nervoso quando estou a tocar para gente conhecida, mas por enquanto ainda estou bem", confessou.

"Acho que isto aqui nos deixa um bocadinho mais nervosos porque é uma coisa diferente daquilo que habitualmente temos estado a fazer, mas passa rápido. Se for como no anterior, a vibe é bastante boa e a coisa flui", reconheciam, entretanto, os HMB.

Esta não foi a primeira vez que as duas partes se juntaram para um evento organizado pela marca de cerveja. O mesmo aconteceu no passado mês de julho, no Algarve. Sobre esse concerto, todos reconheceram que correu muito bem. 

"Foi giro. Lá em baixo também foi num bar muito engraçado, tinha um jardim muito bonito e as pessoas estavam todas com muito boa onde. Foi uma coisa pequenina, parecia um concerto privado e gostámos muito, ficámos muito contentes. Correu melhor do que nos ensaios", partilhou Tiago. Por sua vez, a banda acrescentou: "Foi muito boa. Nós estávamos um bocado em pânico porque os ensaios não previam que corresse tão bem, mas de facto correu muito bem". 

Uma junção que foi muito positiva para ambas as partes, que se admiram mutuamente. "Eles são todos músicos incríveis e isso é raro em bandas, normalmente há sempre alguém que fica um bocadinho abaixo. Eles são todos muito bons. Aliás, o Daniel Lima, que é o teclista deles, foi nosso teclista também e partiu-nos o coração de o ver partir porque os HMB estavam com tantos concertos que o Daniel já não conseguia fazer as duas coisas. Depois cantam todos incrivelmente bem, não é só o Héber, cantam todos muito bem. É especialmente isso: tu sentes-te um bocado motivado pelo talento das outras pessoas", enumerou Tiago.

"É um amigo de longa data, já tinha participado num concerto nosso, nós já tínhamos participado também numas versões que ele fazia de músicas dele e sempre houve química. É um artista que a gente respeita e tem boas músicas", explicou a banda.

Apesar de estas atuações serem pequenos apontamentos nas suas carreiras, a possibilidade de existir um trabalho conjunto no futuro, mais 'sólido', não é descartada por nenhuma das partes. "São dois universos muito distantes e acho que isto é giro para esta aventura. Acho que ia ser difícil fazermos músicas juntos, mas não é impossível. Assumindo que é uma mistura, se calhar até ficava engraçado", reconhece Tiago. 

"Ainda hoje estávamos a fazer som e por acaso imaginei como é que seria ter uma banda assim com esta mescla... Era capaz de ser interessante. Estava a pensar fazer um disco de versões. Não a cantar nem músicas dos HMB nem do Tiago. Revisitar o reportório da música portuguesa...", confessou Héber Marques, dos HMB, deixando as portas abertas para o futuro. 

Minutos antes de subirem ao palco, tentamos saber se existem rituais antes das atuações. "Por acaso não tenho… Beber um bocadinho de água e às vezes aqueço a voz, outras vezes esqueço-me", admitiu Bettencourt. Já a banda tem sempre um costume: "uma oração cantada para que tudo corra bem".

Ambos os artistas já estão a pensar no próximo trabalho de estúdio e, ao contrário de Tiago, que admite que "já não grava um disco há uns tempos e tem que começar a gravar para ver se lança alguma coisa agora para o ano", os HMB já estão a preparar novidades que deverão chegar em 2020. "Estamos em estúdio a gravar canções novas. Já temos uma música que tem estado a rodar na estrada connosco e este ano, não, mas no próximo já terão novidades dos HMB", realçou o grupo. 

"Vem um álbum cheio de música honesta. Estamos a gostar muito de o fazer, estamos a divertir-nos muito. Temos estado a ir para estúdio fazer temporadas e passar muito tempo juntos a criar a música, então acho que é isso que podemos desvendar. Vai ser um álbum muito honesto, muito divertido e com músicas muito giras", terminou a banda.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório