Meteorologia

  • 19 AGOSTO 2019
Tempo
17º
MIN 16º MÁX 18º

Edição

Quinta edição do No Noise regressa ao Convento de Francos a 3 de agosto

Porto, 22 jul 2019 (Lusa) -- A quinta edição do festival No Noise, da Associação Sonoscopia, vai decorrer a 03 de agosto no Convento de Francos, no Porto, com mais de uma dezena de concertos de vários géneros.

Quinta edição do No Noise regressa ao Convento de Francos a 3 de agosto
Notícias ao Minuto

16:26 - 22/07/19 por Lusa

Cultura Porto

O formato é o mesmo de 2018, explicou à Lusa Gustavo Costa, da Sonoscopia, e o festival arranca pelas 11:00 com o 'Kindernoise', um programa de atividades para pais e filhos, gratuito para toda a gente, que junta marionetas pelo Teatro da Mandrágora a uma performance dos argentinos Santí Lesca e Celestial Brezuela, entre outras atividades, com uma "sopa comunitária oferecida pela Junta de Ramalde" no final.

A edição passada, a primeira naquele espaço, chamou cerca de 400 pessoas, e este ano a organização está "mais confiante, a apostar e a divulgar mais", por ter melhores condições e uma série de "concertos muito bons".

A partir das 15:00, o programa pago começa com mais de uma dezena de concertos de vários géneros, com nomes como os Putan Club, dupla de rock industrial de Gianna Greco e François Cambuzat, os norte-americanos Trigger ou os lisboetas Desterronics.

Outros destaques incluem o percussionista alemão Burkhardt Beins, o peruano Chrs Galarreta, o projeto que junta o português Vasco Costa à checa Monika Frycová e à norte-americana Amy Knoles, o espanhol Dr. Truna ou LLUM, do espanhol Ferran Fages e Alfredo Costa Monteiro.

Este ano, a programação escolhida "está muito relacionada com esta questão dos novos instrumentos e música experimental". "Há coisas mais próximas do 'noise rock', outras da música improvisada e outras da eletrónica", referiu Gustavo Costa.

Sem "nada a acontecer em simultâneo", com pausa para jantar e espaço entre cada concerto, é num espaço "muito invulgar no Porto" e "semiabandonado" que vão decorrer os concertos, num "jardim enorme, com cabras, e no qual é muito fácil as pessoas sentirem-se confortáveis".

Preservado pela Associação de Fiéis do Coração Imaculado de Maria, há ali "uma ligação à espiritualidade" partilhada pela organização, que encontrou "um espaço perfeito para o festival, com muita da ética e filosofia do 'DIY'", ou 'do it yourself' (faz tu mesmo, em tradução livre), associada.

"Achámos por bem dar o nosso contributo. Algumas zonas [do teto] estão em mau estado, com infiltrações ou outros problemas. A intervenção é importante para manter o Convento de pé e devolver um espaço na cidade do Porto à comunidade", afirmou Gustavo Costa.

Os bilhetes estão à venda por 12 euros, subindo para 15 no próprio dia, com jantar incluído, e as crianças até aos 12 anos não pagam entrada. Parte do bilhete reverte para a reconstrução do teto do Convento.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório