Meteorologia

  • 20 JULHO 2019
Tempo
26º
MIN 24º MÁX 29º

Edição

Festival 'Música no Rio' em Mora celebra 10 anos com quatro concertos

Mário Laginha e Pedro Burmester, o projeto Elas e o Jazz, Joana Amendoeira e Sara Tavares atuam no 10.º Festival 'Música no Rio, Os Outros Sons do Fluviário', que abre hoje, em Mora, no Alentejo.

Festival 'Música no Rio' em Mora celebra 10 anos com quatro concertos
Notícias ao Minuto

10:30 - 12/07/19 por Lusa

Cultura Festival

O certame, que assinala 10 anos de existência, é promovido pela câmara e realiza-se hoje e no sábado, assim como nos dias 19 e 20 deste mês, no cenário natural do Parque Ecológico do Gameiro, junto ao Fluviário, na freguesia de Cabeção, concelho de Mora, distrito de Évora.

"É uma aposta para continuar. É muito agradável assistir a estes concertos junto ao Fluviário, no Parque Ecológico do Gameiro, tendo o rio como cenário de fundo", destacou à agência Lusa o presidente da Câmara de Mora, Luís Simão.

Segundo o autarca, trata-se de "um festival de verão", mas "diferente", que, desde o início, tem tido como objetivo "levar ao concelho de Mora e ao interior do país" concertos de "tipos de música que não são muito comuns poder assistir nestas zonas".

"O festival apresenta sempre quatro tipos de música, a clássica, o jazz, o fado e a música popular portuguesa. Os últimos dois estão sempre presentes nas nossas festas, mas a música clássica e o jazz não são tão frequentes e, ao longo destes anos, conseguimos fidelizar algum público do concelho e de concelhos vizinhos", congratulou-se.

Na 1.º edição do certame, o espetáculo de música clássica "não teve mais de 100 a 120 pessoas a assistir", mas, agora, "leva sempre 300 a 400 pessoas, o que é muito bom", exemplificou, indicando que o mesmo acontece com o jazz.

Na edição deste ano, o concerto de abertura, hoje, às 21:30, é protagonizado pela dupla de pianistas Mário Laginha e Pedro Burmester.

O espetáculo, que une "o jazz de Laginha e o clássico de Burmester", representa "as diferentes inclinações musicais, experiências e o gosto pelo risco" de ambos os músicos, resumiu a organização.

No sábado, à mesma hora, é a vez de subirem ao palco Joana Machado, Marta Hugon e Mariana Norton, através do seu projeto Elas e o Jazz.

As artistas "transportam para o palco o amor comum pelo jazz", num projeto que "recria o universo contemporâneo da Broadway e dos clubes de jazz de Nova Iorque", segundo os promotores.

A fadista Joana Amendoeira é a proposta para dia 19, apresentando um espetáculo evocativo de Ary dos Santos, e o encerramento do festival, no dia seguinte, está a cargo da cantora Sara Tavares, que está "hoje diferente do que" mostrou "há 20 anos atrás" e que, com o tempo, "criou a sua própria sonoridade".

"Caracterizam-na a forte ligação às suas raízes cabo-verdianas, o seu amor pelo soul e a sua facilidade com a melodia, que no conjunto contribuem para que a sua música seja uma verdadeira música do mundo", resumiu a organização.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório