Meteorologia

  • 18 JUNHO 2019
Tempo
19º
MIN 17º MÁX 21º

Edição

Filha de Martinho da Vila já na infância "tocava percussão com um balde"

Mart'Nália, filha de Martinho da Vila, esteve à conversa com o Notícias ao Minuto e subirá ao palco do Festival 'Pé na Terra 2019', que arranca esta quinta-feira na Fuseta.

Filha de Martinho da Vila já na infância "tocava percussão com um balde"
Notícias ao Minuto

11:22 - 13/06/19 por Filipa Matias Pereira 

Cultura Mart’Nália

Arranca esta quinta-feira, dia 13 de junho, o Festival 'Pé na Terra 2019'. Até ao dia 16 de junho, todos os caminhos vão dar à Fuseta, no concelho de Olhão, que, de braços abertos, receberá artistas como Mart’Nália e Roberta Espinosa. 

O 'Pé na Terra 2019' convida-o para, nesta edição, 'colocar o pé em Vénus' e descobrir toda a poesia que esta temática tem para lhe oferecer. O Festival visa prestar homenagem às mulheres e à expressão no feminino.

Vénus é, recorde-se, "o planeta do amor e da feminilidade". O nome é, só por si, "uma ode à deusa romana do amor e da beleza", refere o comunicado a que o Notícias ao Minuto teve acesso.

No último dia do festival, 16 de junho, a filha de Martinho da Vila, Mart’Nália, sobe ao palco algarvio e promete conquistar os amantes dos ritmos brasileiros. Em entrevista ao Notícias ao Minuto, a cantora realça que os 'festivaleiros' podem contar com "muita alegria e muita poesia" e "música para cantarmos e dançarmos juntos".

Notícias ao MinutoFestival Pé na Terra começa hoje © Festival Pé na Terra

A filha de um dos maiores ícones da música brasileira revela ainda que pisar solo português é "delicioso". Mart’Nália ama "a terrinha e graças a Deus" foi sempre muito bem recebida.

Com um percurso pautado pela criação artística e por dar a alma às suas músicas, Mart’Nália conta já com uma longa carreira musical. Questionada quanto aos álbuns que mais a marcaram, não hesita em responder: 'Não tente compreender' com Djavan porque "fui a única cantora com que ele topou fazer isso"; e '+ Misturado' que lhe permitiu granjear o 38.º Grammy latino como melhor CD.

Tem um carinho especial por Caetano Veloso, que dirigiu o seu álbum 'Pé do Meu Samba'. "É um dos cd's que as pessoas mais gostam! Ele é muito querido, inteligente e deu-me muita alegria fazer esse cd", confessa.

Mas a sua colaboração com artistas de renome da música brasileira não se esgotou com Caetano Veloso. Mart’Nália já trabalhou também com Maria Bethânia, que produziu 'Menino do Rio'. A "cabocla que amo e que me dá sempre um colo e muito carinho", conta, referindo-se a Bethânia. Ter uma "aula de canto com ela é uma experiência brilhante que levo no coração", confessa, acrescentando ainda que, no disco que produziu com Mart’Nália, Bethânia "topou gravar um soneto para mim começando o 'Eu sei que vou te amar'.

Notícias ao MinutoMart’Nália sobe ao palco dia 16 de junho © Festival Pé na Terra

Mart’Nália teve, inclusive, oportunidade de desenvolver uma parceria com Carla Bruni. Explica a brasileira que procurava uma pessoa que "cantasse em francês" e a compositora italiana de que "gosta muito", tal como Vinicius, foi a escolha. "As minhas produtoras citaram-na e fui ver no Google para conhecer mais sobre ela. Então deu certo com essa tecnologia moderna de cada um grava onde quer".

Filha de Martinho da Vila e de Anália Mendonça, também cantora, a infância de Mart’Nália foi-se escrevendo ao ritmo da música. "A minha infância foi tranquila e diferente. Não sabia que os meus pais eram artistas, só depois de bem mais velha. A música sempre foi presente com rodas lá em casa com Clara Nunes, Dona Ivonne Lara, Beth Carvalho... para mim eram todas tias", brinca.

E foi quando o pai a incentivou, "vai lá, toca aí", que começou a dar os primeiros passos na música. Mas já gostava de "tocar percussão com um balde, com qualquer coisa que parava na minha mão. E depois ele [Martinho da Vila] pôs o meu irmão Martinho, Analimar, a minha irmã, e a mim a defender uma música dele num festival".

E gradualmente a participação de Mart’Nália nos espetáculos do pai foi aumentando. De percussionista a vocalista nos concertos de Martinho da Vila, Mart’Nália entregou 'a alma e o coração' há música há 17 anos e conta já com 11 discos gravados.

Quantos aos projetos que está a desenvolver, a artista levanta um pouco o véu sobre o que o futuro reserva: "Estamos a preparar um documentário sobre o meu paizão, Martinho da Vila".

Fique a conhecer a programação do Festival 'Pé na Terra 2019':

13 de Junho 

Roberta Espinosa | Negras Autoras

14 de Junho

Se o Fado Virasse Samba | Nazaré Pereira

15 de Junho 

Tati Veras | Samba que elas querem

16 de Junho

Sopa de Pedra | Mart’Nália | Nosso Som

Notícias ao MinutoFestival decorre na Fuseta © Festival Pé na Terra

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório