Meteorologia

  • 19 AGOSTO 2019
Tempo
22º
MIN 19º MÁX 25º

Edição

'Esquecidos em Abril' não deixa esquecer os que morreram no 25 de Abril

Livro é o resultado de uma investigação do jornalista Fábio Monteiro.

'Esquecidos em Abril' não deixa esquecer os que morreram no 25 de Abril

"Seis nomes sem biografia, encontrados no virar de uma página, são como seis cadáveres desconhecidos. Objetos de curiosidade mórbida e de indignação momentânea, que depressa acabam esquecidos”.

É desta forma que nos é apresentado o livro ‘Esquecidos em Abril – Os Mortos da Revolução Sem Sangue’, uma obra que não deixa esquecer os cinco portugueses – quatro civis e um funcionário da PIDE – que morreram no dia 25 de abril de 1974.

João Guilherme de Rego Arruda, José James Harteley Barneto, Fernando Luís Barreiros dos Reis, Fernando Carvalho Giesteira, António Lage e Manuel Cândido Martins Costa morreram (cinco) no dia da Revolução e um (agente da PSP) no dia seguinte. Todos em Lisboa.

No entanto, são raras as vezes que os seus nomes são lembrados, até porque a Revolução dos Cravos é também conhecida como a Revolução Sem Sangue.

E é este “mito” que “habita em grande parte da consciência coletiva nacional” e que Fábio Monteiro quer desconstruir com ‘Esquecidos em Abril – Os Mortos da Revolução Sem Sangue’.

Notícias ao MinutoObra é editada pela Livros Horizonte e está à venda por 13,90 euros© Livros Horizonte

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório