Meteorologia

  • 16 JUNHO 2019
Tempo
15º
MIN 14º MÁX 17º

Edição

Prémio fotográfico foca-se na eurorregião EUROACE

O património cultural e natural da eurorregião EUROACE, formada pelo Alentejo, do Centro e da Extremadura espanhola, é o tema do III Prémio Internacional de Fotografia "Santiago Castelo", que ganhou caráter transfronteiriço e tem inscrições abertas até dia 15.

Prémio fotográfico foca-se na eurorregião EUROACE
Notícias ao Minuto

10:37 - 09/05/19 por Lusa

Cultura UNESCO

A iniciativa é promovida pelo Centro UNESCO da Extremadura, desde 2017, mas agora "expande fronteiras" e associa-se às comemorações dos 10 anos de existência da EUROACE, "este ano assumindo um caráter transfronteiriço", explicou a organização.

Com o tema "Património Natural e Cultural da EUROACE", esta 3.ª edição é organizada em colaboração com a Junta de Extremadura, através do Gabinete de Iniciativas Transfronteiriças, e as Comissões de Coordenação e Desenvolvimento Regional (CCDR) do Alentejo e do Centro.

Segundo o presidente da CCDR Alentejo, Roberto Grilo, devido a esta internacionalização e por estar associado ao 10.º aniversário da EUROACE, o prémio "reveste-se de especial interesse".

Esta comunidade de trabalho, lembrou hoje à agência Lusa, foi materializada pelas três regiões em 25 de setembro de 2009, em Vila Velha de Ródão (Castelo Branco), e "deu sequência e reforçou o relacionamento de proximidade e de cooperação transfronteiriça que se desenvolvia já desde os anos 90 do século passado".

"Nada melhor e mais adequado à efeméride do que a escolha de um tema transversal às três regiões e que estas possuem com especial profusão e qualidade: o seu património natural e cultural", frisou Roberto Grilo.

O responsável afirmou que, "ao longo do vasto território" da EUROACE, a dificuldade dos participantes do concurso "residirá na seleção do motivo a registar, por entre o riquíssimo e diversificado património" da eurorregião.

Os fotógrafos, exemplificou, vão poder escolher entre "as variadas paisagens, os inúmeros monumentos e os copiosos ambientes que se estendem da costa atlântica ao interior do Alentejo, do Centro e da Extremadura".

E "o património urbano, histórico e monumental mundialmente reconhecido" - precisamente pela Organização das Nações Unidas para a Educação Ciência e Cultura (UNESCO, em inglês) - "de Évora, Coimbra, Elvas, Mérida, Cáceres ou Guadalupe são testemunhos que dispensam apresentação", vincou.

A edição deste ano do prémio, financiada pelo Programa de Cooperação Transfronteiriça INTERREG V-A Espanha-Portugal (POCTEP), tem inscrições abertas até ao dia 15 deste mês, por parte de fotógrafos amadores ou profissionais (maiores de 18 anos), independentemente da nacionalidade e residência.

Os fotógrafos podem submeter um máximo de dois trabalhos, dos quais devem ser autores materiais.

A iniciativa homenageia o fundador do Centro UNESCO da Extremadura, José Miguel Santiago Castelo, e o regulamento está disponível em www.unescoextremadura.com, de acordo com a CCDR.

O prémio a atribuir tem um valor de três mil euros e o júri, com representantes das regiões participantes e que fará uma pré-seleção de entre todos os trabalhos recebidos por via postal e digital, pode conceder menções honrosas, sem valor pecuniário associado.

Os resultados serão divulgados "oportunamente" e os trabalhos selecionados, explicou a CCDR Alentejo, serão mostrados ao grande público através de uma exposição itinerante que percorrerá as três regiões da EUROACE, no decurso do último trimestre deste ano.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório