Meteorologia

  • 17 NOVEMBRO 2019
Tempo
15º
MIN 11º MÁX 17º

Edição

America Ferrera eleva questões sociais além da comédia em 'Superstore'

A comédia sobre uma equipa que trabalha num hipermercado, 'Superstore', é uma oportunidade de "contar histórias importantes" que refletem "questões sociais" prementes, disse a estrela e produtora da série America Ferrera, num encontro em Hollywood.

America Ferrera eleva questões sociais além da comédia em 'Superstore'
Notícias ao Minuto

11:00 - 17/03/19 por Lusa

Cultura Cinema

A atriz, que ficou conhecida com a série "Betty Feia", realçou a capacidade que "Superstore" lhe trouxe de usar a sua voz e acesso para "influenciar a narrativa", considerando que contar histórias é das coisas "mais importantes que fazemos como sociedade".

A produção segue um grupo de trabalhadores no hipermercado norte-americano "Cloud 9" com personagens pouco convencionais, incluindo um imigrante ilegal gay e um afro-americano em cadeira de rodas, e promoveu um encontro com a imprensa, em Los Angeles, com a estreia de novos episódios.

A quarta temporada, cuja segunda parte regressou à NBC no dia 7 de março, vai estrear-se na televisão portuguesa no verão, segundo disse à Lusa fonte da Fox Comedy Portugal.

"Conversamos uns com os outros sobre quem somos, é isso que as histórias são", disse America Ferrera, afirmando que essas narrativas "reforçam constantemente" a forma como nos definimos e que "há partes dessa definição que precisam de mudar".

É isso que "Superstore" quer fazer por meio de situações caricatas e engraçadas, num formato que tem sido elogiado pela crítica norte-americana.

A série endereçou recentemente tópicos controversos, como a discussão sobre o controlo de armas nos Estados Unidos e a ausência de licença de maternidade paga, num episódio em que "Amy" (America Ferrera) é obrigada a voltar ao trabalho, dois dias depois do parto.

"As pessoas riem porque há uma revelação da verdade por detrás de um comentário inusitado", disse a atriz, elogiando, por exemplo, a forma como a personagem interpretada por Nico Santos ("Mateo") aborda a questão da imigração ilegal.

Essa é uma problemática com particular importância para America Ferrera, filha de imigrantes hondurenhos, que, no passado fim de semana, liderou a visita de um grupo de atrizes ativistas a um centro de asilados em Tijuana, que faz fronteira com os EUA no sul da Califórnia.

"As pessoas reveem-se na televisão e nesta série em particular", disse a atriz, uma voz recorrente em prol de mais diversidade na representação em Hollywood.

Ben Feldman, que interpreta "Jonah", sublinhou que uma das características da série é "esgueirar as coisas importantes por debaixo da comédia".

No entanto, America Ferrera explicou que não é apenas uma série guiada por discussões temáticas: "Há assuntos que não são tratados porque eles [escritores] não conseguem torná-los engraçados", revelou.

O criador da série, Justin Spitzer, garantiu que a ideia não é chegar a uma solução para os problemas, mas sim gerar discussão.

"Não partimos da premissa de querer convencer as pessoas de algo", sublinhou, resumindo que estas questões "são complicadas".

Spitzer também partilhou alguns episódios engraçados envolvendo o elenco, incluindo um momento recente em que America Ferrera lhe enviou a foto de um cliente no supermercado Target como inspiração para um futuro episódio.

"É estranho ser uma celebridade e ter pessoas a tirar-lhe fotos, mas ser um desconhecido no supermercado e ver uma celebridade tirar fotos suas ainda é mais", disse Spitzer.

A NBC anunciou na semana passada a renovação da série para uma quinta temporada.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório