Meteorologia

  • 26 ABRIL 2019
Tempo
13º
MIN 12º MÁX 14º

Edição

Hugo Ribeiro vence Prémio Musa de obras para coro sobre poemas de Sophia

O compositor Hugo Ribeiro venceu o Prémio Musa do Movimento Patrimonial da Música Portuguesa (MPMP) e da Universidade do Porto, pelo ciclo 'Poemas sem nome', tendo sido atribuída uma menção honrosa Miguel Jesus, pela obra 'Tríptico noturno', foi hoje anunciado.

Hugo Ribeiro vence Prémio Musa de obras para coro sobre poemas de Sophia
Notícias ao Minuto

19:06 - 19/02/19 por Lusa

Cultura Compositor

O Prémio Musa foi criado pelo MPMP e pelo Museu de História Natural e da Ciência da Universidade do Porto, para incentivar a composição de obras para coro "a capella" sobre poemas de Sophia de Mello Breyner Andresen, nascida há cem anos, no Porto.

O júri destacou "a originalidade e qualidade da relação texto-música destas partituras", segundo o comunicado do MPMP enviado à agência Lusa.

"O júri, composto por João Pedro Oliveira [compositor] e pelos maestros Pedro Teixeira e Martim Sousa Tavares, decidiu atribuir, entre um total de quarenta candidaturas, o prémio ao compositor Hugo Ribeiro, pelo ciclo 'Poemas sem nome', bem como uma menção honrosa a Miguel Jesus, pela obra 'Tríptico noturno', destacando a originalidade e qualidade da relação texto-música destas partituras", lê-se no comunicado.

O Ensemble MPMP, sob a direção de Clara Alcobia Coelho, estreia estas duas obras em março, no dia 21, na Galeria da Biodiversidade, na Universidade do Porto.

Do programa do concerto constam ainda peças de Eurico Carrapatoso ('Pequeno Poemário de Sophia'), de Fernando Lopes-Graça ('Jardim Perdido') e de Luís Lopes Cardoso ('Silêncio').

Este mesmo programa, que conta com recitação de Matilde Campilho, volta a ser apresentado no dia seguinte, no Teatro TivoliBBVA, em Lisboa.

No dia 25 de março, no Museu Nacional da Música, em Lisboa, realiza-se uma mesa-redonda moderada pelo diretor da RTP-Antena 2, João Almeida, com a participação dos distinguidos pelo Prémio Musa, e ainda de Pedro Teixeira, Martim Sousa Tavares e Clara Alcobia Coelho.

Por ocasião do centenário da poetisa, o MPMP na sua programação, até julho, tem previsto várias iniciativas celebrativas da escrita de Sophia de Mello Breyner Andresen.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório