Meteorologia

  • 18 JANEIRO 2019
Tempo
11º
MIN 11º MÁX 12º

Edição

A "censura chega dia 10 de janeiro" ao Museu de Lamego

A iniciativa acontece ao abrigo da colaboração entre o museu e o Ephemera, arquivo e biblioteca de José Pacheco Pereira.

A "censura chega dia 10 de janeiro" ao Museu de Lamego
Notícias ao Minuto

17:07 - 05/01/19 por Sara Gouveia 

Cultura Exposição

A "censura chega no dia 10 de janeiro e vai ficar durante um mês" ao Museu de Lamego. Esta é assim uma oportunidade de conhecer uma "coleção única com documentos todos originais".

A iniciativa tem como mote a frase de Salazar: "Só existe aquilo que o público sabe que existe" e a iniciativa decorre de uma colaboração entre o museu e o Ephemera, o Arquivo e Biblioteca de José Pacheco Pereira.

Da coleção fazem parte livros, jornais, revistas, programas de rádio e filmes, grande parte resgatada de espólios em risco de desaparecimento, outra adquirida para evitar a sua saída de Portugal para arquivos estrangeiros e outra ainda oferecida ao Ephemera.

A ideia é mostrar como “durante 48 anos, de 1926 a 25 de Abril de 1974, os portugueses nunca tiveram um dia em que pudessem ler um jornal, revista ou livro, ouvir um programa de rádio, ver um filme ou a televisão, sem que alguém autorizasse o que liam, ouviam, e viam”, refere Pacheco Pereira citado no comunicado a dar conta da exposição.

A inauguração está agendada para as 11h30 e conta com a presença de José Pacheco Pereira. A entrada é livre.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório