Meteorologia

  • 12 DEZEMBRO 2018
Tempo
16º
MIN 15º MÁX 16º

Edição

Pintura 'Divina Pastora' de Alonso Tovar apresentada amanhã

A pintura 'Divina Pastora', do espanhol Alonso Miguel Tovar (1678-1758), que foi alvo de um restauro em Portugal, por José de Oliveira Mendes, é apresentada na próxima quarta-feira no Grémio Literário, em Lisboa, anunciou esta instituição.

Pintura 'Divina Pastora' de Alonso Tovar apresentada amanhã
Notícias ao Minuto

10:20 - 20/11/18 por Lusa

Cultura Lisboa

A pintura 'Divina Pastora' "terá sido uma das primeiras representações a óleo sobre tela desta invocação tipicamente sevilhana, e uma das mais relevantes que se conhece, pois trata-se de uma oferta do próprio Tovar à igreja paroquial da sua vila natal", Higuera de la Sierra, na província andaluza de Huelva, no sul de Espanha.

A intervenção de restauro foi patrocinada por um mecenas português que colocou como condição a pintura ser apresentada em Lisboa, onde estará em exposição apenas na quarta-feira no Grémio Literário.

Nesta apresentação, à qual preside o cardeal-patriarca de Lisboa, Manuel Clemente, a contextualização histórica, artística e espiritual estará a cargo do padre Román Villalón, comissário científico da exposição "Alonso Miguel de Tovar y la Divina Pastora", que é inaugurada em 22 de janeiro próximo em Huelva, na Andaluzia.

O catedrático José de Oliveira Mendes, por seu turno, fará uma breve explicação sobre os procedimentos que foram aplicados para a recuperação do óleo sobre tela.

José de Oliveira Mendes é membro do Centro de Investigação em Ciência e Tecnologia das Artes (CITAR), da Universidade Católica Portuguesa, é doutorado em Conservação e Restauro de Pintura por esta universidade, e é conservador-restaurador de pintura de cavalete desde 1996, colaborando, entre outras instituições, com o Laboratório José de Figueiredo e a Direção-Geral do Património Cultural.

A sua área de investigação é a pintura antiga, destacando-se, segundo a mesma fonte, "o aprofundamento do estudo técnico da totalidade da obra atribuída ao pintor quatrocentista Nuno Gonçalves".

O sacerdote espanhol Álvaro Román Villalón é doutorado em teologia com especialização em mariologia pela Faculdade Pontifícia Mariana, de Roma, em 2009, com a classificação máxima, na defesa da tese "La Divina Pastora en los escritos de fray Isidoro de Sevilla", sendo atualmente professor no Centro de Estudos Teológicos de Sevilha do Instituto Superior de Ciências Religiosas daquela cidade e no Seminário Diocesano de Cádis.

Román Villalón é membro da Pontifícia Academia Mariana Internacional, da Sociedade Mariológica Espanhola e da Associação Mariológica Interdisciplinar Italiana, e autor de diversos livros e artigos científicos relacionados com a advocação da Divina Pastora.

Esta devoção católica à Divina Pastora foi difundida por frei Isidoro de Sevilha, "com base no modelo pintado por Tovar".

A exposição em janeiro próximo, em Huelva, contará com obras de várias instituições, como o Museu Nacional do Prado e o Museu Thyssen-Bornemisza.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório