Meteorologia

  • 19 NOVEMBRO 2018
Tempo
14º
MIN 14º MÁX 14º

Edição

Exposição mostra a cartografia do invísível captada por 25 fotógrafos

Uma exposição com imagens captadas por 25 fotógrafos, relacionadas com a cartografia, atividade direcionada para a elaboração de mapas, vai ser inaugurada na terça-feira, no Hospital Júlio de Matos, em Lisboa.

Exposição mostra a cartografia do invísível captada por 25 fotógrafos
Notícias ao Minuto

23:25 - 29/10/18 por Lusa

Cultura Charting Invisible

'Charting the Invisible - Chapter II' é o título desta mostra que abre na terça-feira, às 18:00, e ficará patente até 14 de dezembro, com entrada livre, no Pavilhão 31 do hospital, de acordo com a organização.

A mostra propõe um diálogo entre artistas portugueses e membros da Urban Photographers'Association (UPA), e é a concretização do segundo capítulo, escrito a partir de Lisboa, de uma exposição inicialmente concebida e apresentada em Londres, em 2017.

Esta exposição investiga os paradoxos de presença e ausência, através de projetos fotográficos que imaginam diferentes interpretações cartográficas da realidade.

Participam os fotógrafos Kamal Badhey, Stefano Carnelli, Paulo Catrica, Andy Day, Diego Ferrari, Lauren Finch, Lene Hald, Paul Halliday, Sayed Hasan, Tanya Houghton, Rachel Jones, Maria José, David Kendall, Luís Lemos, Pedro Letria, Rebecca Locke, Bas Losekoot, Luc Pauwels, Vrinda Seksaria, Yanina Shevchenko, Konstantin Sergeyev, Manuel Vazquez, Nai Wen Hsu, Gesche Würfel e Kyler Zeleny.

A mostra reúne geografias íntimas captadas pelos fotógrafos, paisagens pessoais, identidades coletivas, territórios imaginados, ambientes urbanos com histórias, apresentando o lugar "como uma categoria inconstante e em permanente transformação, ainda que nem sempre visível", acrescentam os promotores.

"O facto de nem todas as coisas poderem ser vistas, não significa que elas não existam. Nem significa que elas não possam, de algum modo, tornar-se presentes. É essa a lógica dos mapas: atribuir presença e permitir visualizar locais e informações geralmente inacessíveis à nossa perceção mais imediata", sublinha a organização.

Susana S. Martins, Stefano Carnelli e Tanya Houghton são os curadores da exposição que é o resultado de uma parceria do P28, Instituto de História da Arte, da Faculdade de Ciências Sociais e Humanas-Universidade Nova de Lisboa, Urban Photographers Association, Openvizor e Goldsmiths-University of London.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório