Meteorologia

  • 19 NOVEMBRO 2018
Tempo
14º
MIN 14º MÁX 14º

Edição

Mark Waid processado por grupo que ataca autores de comics de minorias

O grupo 'ComicsGate' alega que defende a livre expressão e que quer salvar os comics. Mas nas redes sociais criticam e insultam mulheres, minorias étnicas e LGBTQ que trabalham na indústria. Um dos seus líderes está a processar um dos principais autores de comics.

Mark Waid processado por grupo que ataca autores de comics de minorias
Notícias ao Minuto

16:17 - 29/10/18 por Fábio Nunes 

Cultura Banda Desenhada

Mark Waid, um dos escritores de comics mais reconhecidos a nível mundial e que esteve recentemente na Comic Con Portugal, está a ser alvo de um processo por um dos líderes do movimento online ‘ComicsGate’. Este grupo tem recorrido às redes sociais para criticar o trabalho e insultar mulheres, minoria étnicas e membros da comunidade LGBTQ que trabalham na indústria dos comics, apesar de defender que luta pela liberdade de expressão e que pretende salvar os comics.

O escritor Mark Waid tem sido uma das principais vozes a insurgir-se contra os ataques deste grupo e teve conhecimento no mês passado de que estava a ser processado por Richard Meyer, o autor do romance gráfico ‘Jawbreakers’ e um dos membros do movimento ‘ComicsGate’. Meyer acusa Waid de “interferência danosa e de difamação” relativamente à publicação do seu livro.

Em maio, quando a Antartic Press anunciou que ia publicar ‘Jawbreakers’, Waid alertou a Antartic Press para o comportamento de Richard Meyer através de uma publicação no Facebook. Nesse post, Waid sugeriu que a “estratégia de marketing” de Meyer consistia em “encorajar os seus fãs a ameaçarem empregados de lojas (…) que não encomendassem” o seu livro.

Richard Meyer alega que esse comentário e outras declarações de Mark Waid levaram a Antartic Press a cancelar a publicação de ‘Jawbreakers’ e exige ser indemnizado em 75 mil dólares (quase 66 mil euros).

De forma a enfrentar este processo, Mark Waid criou uma página GoFundMe para contar com o apoio financeiro dos seus fãs. O escritor de best-sellers pretetende gerar 75 mil dólares para o seu fundo de defesa legal. Waid explica que este processo é uma forma de o “silenciar” e promete continuar a defender os criadores de comics que são alvos de “racismo” e de “abusos” online.

Nesta altura, a página já conseguiu arrecadar mais de 62 mil dólares.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório