Meteorologia

  • 17 NOVEMBRO 2018
Tempo
15º
MIN 14º MÁX 15º

Edição

Artista José de Guimarães expõe obras de influência africana no Japão

A exposição 'José de Guimarães e África', com obras originais do artista em diálogo com peças da coleção pessoal de arte africana, vai ser inaugurada no sábado, no Japão, anunciou a galeria do artista.

Artista José de Guimarães expõe obras de influência africana no Japão
Notícias ao Minuto

16:36 - 17/10/18 por Lusa

Cultura Mostra

De acordo com a Galeria Quadrado Azul, a exposição decorrerá no Ichihara Lakeside Museum, na província de Chiba, no Japão, até 13 de janeiro de 2019.

A exposição reunirá obras originais do artista, criadas em vários períodos, em diálogo com diversas peças da sua coleção africana, das etnias Fang e Kota.

Esta exposição também comemora os 25 anos da colaboração do artista com a Art Front Gallery, de Tóquio, através de vários projetos de arte pública, nomeadamente Faret Tachikawa, Daikanyama Address, Kushiro Civic Core, Biblioteca Municipal de Miyagi, Tsumari Art Triennale e Setouchi Triennale.

O artista, de 78 anos, cuja vida e obra é marcada por viagens pela Ásia, a África e a América Latina, reuniu ao longo de décadas uma vasta coleção sobretudo de arte africana e asiática.

Para celebrar a abertura desta exposição no sábado, José de Guimarães fará uma palestra, seguida de um simpósio "Por que a arte africana atrai artistas?" com o professor Ichiro Majima, antropólogo, e Fram Kitagawa, presidente da Art Front Gallery.

Em conjunto com a exposição, será publicado o livro 'Empty' pela Gendaikikakushitsu Publishers.

Inspirado na arte de José de Guimarães, Shuntaro Tanikawa, um dos maiores e mais populares poetas do Japão, segundo a galeria, escreveu um texto sobre a génese humana, para o qual José de Guimarães contribuiu com desenhos.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório