Meteorologia

  • 19 NOVEMBRO 2018
Tempo
MIN 8º MÁX 8º

Edição

Seis concelhos do Médio Tejo recebem 20 atuações dos 'Caminhos da Pedra'

O programa cultural em rede "Caminhos da Pedra" leva, de quinta-feira a domingo, duas dezenas de atuações a seis concelhos do Médio Tejo, depois de ter atraído 2.000 pessoas no fim de semana passado.

Seis concelhos do Médio Tejo recebem 20 atuações dos 'Caminhos da Pedra'
Notícias ao Minuto

11:30 - 17/10/18 por Lusa

Cultura Fim de Semana

O último dos três ciclos anuais do 'Caminhos do Médio Tejo', o programa que se realiza no outono é dedicado às estradas (sendo que o da primavera segue as linhas ferroviárias e o do verão o curso dos rios), abrangendo municípios que integram a Comunidade Intermunicipal do Médio Tejo (CIMT, dos distritos de Santarém e Castelo Branco).

No primeiro fim de semana dos 'Caminhos da Pedra', cerca de 2.000 pessoas assistiram a 34 atuações de 10 projetos artísticos, entre música, teatro de rua, circo contemporâneo, dança e percursos, que decorreram em Entroncamento, Ferreira do Zêzere, Sardoal e Tomar, afirma uma nota da CIMT.

A partir de quinta-feira e durante quatro dias, os municípios de Ferreira do Zêzere, Ourém, Sardoal, Torres Novas e Vila Nova da Barquinha vão receber cerca de 20 espetáculos de música, teatro, circo contemporâneo e percursos performativos no território.

Na música, atuarão La Negra, Norberto Lobo com Ricardo Jacinto e Marco Franco, Cristina Branco, Senza e Voz à Solta, um projeto de comunidade liderado pelo compositor Rui Souza que conta com a participação da população de Ourém e de Vila Nova da Barquinha.

Estão ainda programados os espetáculos de teatro 'Se eu vivesse, tu morrias', de Miguel Castro Caldas, e 'Aurora', de Mandrágora, e de circo contemporâneo 'Gigante', de La Pequen~a Victoria Cen, e 'SAVAR A.M.', da Companhia Erva Daninha.

Burilar vai conduzir o percurso 'De mapa na mão' e Francisco Goulão 'Anda~o mortos por sima dos vivos'.

Criado em 2017 pela CIMT e os 13 municípios que a integram, o projeto pretende "proporcionar encontros em redor da cultura, colocando os recursos e espaços naturais ao serviço das comunidades" e "encontros dos artistas com as comunidades, dos residentes com os vizinhos ou com outros visitantes, da arte com o entretenimento e da cultura com a paisagem natural", acrescenta a nota.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório