Meteorologia

  • 16 JULHO 2019
Tempo
18º
MIN 17º MÁX 19º

Edição

Monserrat Caballé era "uma lenda da cultura universal", diz Filipe VI

O rei de Espanha, Filipe VI, lamentou hoje a morte da cantora de ópera Monserrat Caballé, considerando a soprano "uma lenda da cultura universal".

Monserrat Caballé era "uma lenda da cultura universal", diz Filipe VI
Notícias ao Minuto

12:42 - 06/10/18 por Lusa

Cultura Óbito

"A sua personalidade e voz inigualáveis acompanhar-nos-ão para sempre", escreveu Filipe VI.

Também o tenor José Carreras considerou, em declarações à rádio Catalunha, que o mundo "perdeu a melhor soprano", acrescentando que "de todas as sopranos que ouviu, nunca houve outra como Monserrat".

Carreras elogiou ainda a "versatilidade" da soprano natural de Barcelona, tal como o tenor, considerando que a cantora podia fazer tudo "desde o canto mais puro até ´Tristão e Isolda´ de Wagner".

Também o guitarrista do grupo de rock Queen expressou condolências pela morte da cantora de ópera, lembrando que a soprano foi uma "inspiração" para o líder do grupo, Freddie Mercury.

Caballé foi "uma inspiração para todos nós, mas, especialmente, para Freddie. A sua bela voz estará sempre connosco", lê-se numa mensagem publicada por Brian May na sua conta no Instagram.

Ver esta publicação no Instagram

RIP dear Montsy - inspiration to us all but especially to Freddie. Your beautiful voice will be with us forever. Bri

Uma publicação partilhada por Brian Harold May (@brianmayforreal) a 6 de Out, 2018 às 1:50 PDT

A mensagem foi acompanhada de uma foto de Monserrat Caballé e Freddie Mercury a cantar juntos.

"Barcelona" foi um single de sucesso, datado de 1987, que a soprano e o então vocalista dos Queen gravaram juntos e que acabou por se tornar no hino da edição dos Jogos Olímpicos de Verão de 1992, em Barcelona.

Monserrat Caballé cantou a música ao vivo na final da Liga dos Campeões da UEFA 1999, no Estádio Camp Nou, em Barcelona, acompanhada de uma gravação de Freddie Mercury, que morrera em 1991.

A soprano Montserrat Caballé morreu na madrugada de hoje, aos 85 anos, no Hospital de Sant Pau de Barcelona, noticiaram as agências Efe e France Presse citando fontes hospitalares.

A soprano, cuja saúde estava fragilizada há vários anos, estava hospitalizada desde setembro.

O funeral da artista, uma figura internacional da ópera, realiza-se na segunda-feira, às 12:00 (11:00 em Lisboa), no cemitério de Barcelona.

Monserrat Caballé era conhecida pela sua técnica de bel canto e por interpretações de papéis de óperas de Rossini, Bellini e Donizetti.

Segundo o porta-voz do hospital Sant Pau, Abraham del Moral, a família da soprano pediu que a causa da morte não fosse divulgada.

A imprensa espanhola noticia, contudo, que a soprano fora hospitalizada em setembro na sequência de problemas na vesícula biliar.

Nascida em 12 de abril de 1933, Monserrat Caballé revelou cedo talento para a música, tendo começado a cantar Bach aos sete anos.

Ao longo de uma vasta carreira atuou em 90 palcos tendo somado mais de 4.000 apresentações em palco.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório