Meteorologia

  • 21 OUTUBRO 2018
Tempo
18º
MIN 18º MÁX 18º

Edição

'O Fado Por Máquinas Falantes' revela a voz de Reinaldo Varella

O guitarrista Reinaldo Varella, que foi professor de guitarra portuguesa do rei D. Carlos, é uma das vozes que se faz ouvir no CD/Livro 'O Fado Por Máquinas Falantes', que é apresentado na quinta-feira, no Museu do Fado, em Lisboa.

'O Fado Por Máquinas Falantes' revela a voz de Reinaldo Varella
Notícias ao Minuto

09:45 - 03/10/18 por Lusa

Cultura professor da corte

O livro/CD, com textos do investigador Pedro Félix, da Universidade Nova de Lisboa, e do colecionador e investigador de instrumentos de música mecânica Luís Cangueiro, é apresentado no âmbito da exposição "O Maravilhoso Mundo da Música Mecânica", patente desde maio naquele museu em Alfama.

O repertório do CD, num total de 25 temas, entre instrumentais e cantados, "é composto por fados existentes, em diferentes suportes, de caixas de música a disco de goma-laca, todos do período da viragem do século XIX para o século XX", esclarece Pedro Félix no livro.

O investigador refere que o repertório escolhido para ser reproduzido nas 'caixas de música' "teve de ser adaptado às características mecânicas e de funcionamento das máquinas produtoras de som", supondo-se que esse repertório tenha sido "retirado de partituras em cancioneiros ou noutras transcrições musicais pelo fabricante do suporte".

"O trabalho de adaptação teve em conta as características organológicas e possibilidades interpretativas de cada máquina, pois melodia, harmonia e ritmo são executados pelo mesmo dispositivo", afirma Pedro Félix.

Segundo o investigador, a maioria destes fados "viriam a ficar conhecidos como sendo 'tradicionais', com exceção do repertório em rolos para autopiano, na sua maioria canções celebrizadas nos palcos do teatro musicado, que mais tarde viria a ser designado por 'fado-canção'", como por exemplo o "Fado dos Passarinhos", incluído no alinhamento do CD.

"Nestas máquinas produtoras de som, a adaptação dos repertórios aos instrumentos é obrigatória e notória nos acompanhamentos (rítmico e harmónico) da melodia. O 'arranjo' tende a construir uma interpretação expressiva do material musical".

O CD abre com o "Fado Fedrónicos" e, entre outros, inclui dois temas com o mesmo título "Fado Corrido", e ainda, nos instrumentais, "Fado Corrido e Solar dos Barrigas", "Fado do Ciúme" e "Fado das Salas".

O alinhamento do CD tem registados diferentes suportes, desde programas em cilindros com puas, como o "Fado Cascais", entre outros, até programas em discos de metal, por exemplo o "Fado Visão Noturna", ou cilindros de cera reproduzido por fonógrafo, casos do "Fado Marinheiro".

O tema interpretado por Maria Victória, "Fado Maria Victória nº. 1", foi registado em disco de goma-laca, tal como o "Fado do candeeiro", pelo fadista e guitarrista Reinaldo Varella (1867-1940), músico que ensinou o rei D. Carlos a tocar guitarra portuguesa, e que em 1900 já contava com oito fados gravados para a The Gramophone Company, e ainda o "Fado do Destino", pela atriz Isabel Costa.

O livro inclui ainda um texto detalhado sobre as "As Máquinas", e 14 fotografias dos diferentes instrumentos de música mecânica, desde a Caixa de Música, de fabrico suíço, datada de 1900 ao Organette Ariston Vertical, alemão, do mesmo ano, ou autopiano Spencer, também alemão, do início do século XX.

A exposição de "máquinas falantes", patente no Museu do Fado até ao próximo dia 28, apresenta cerca de meia centena de peças do acervo do Museu da Música Mecânica, em Arraiados, no Pinhal Novo, no concelho de Palmela. A mostra inclui caixas de música, pianolas, autómatos, realejos, fonógrafos e gramofones.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório