Meteorologia

  • 21 OUTUBRO 2018
Tempo
18º
MIN 18º MÁX 18º

Edição

'McQueen', a história de amor sobre o homem que se tornou marca

O filme sobre a história de vida do designer britânico chega amanhã aos cinemas, com toda a intimidade que se espera de um documentário onde o tema é a vida do artista através dos seus familiares e amigos mais próximos.

'McQueen', a história de amor sobre o homem que se tornou marca
Notícias ao Minuto

12:45 - 03/10/18 por Mariana Botelho 

Cultura Documentário

Em planos bem aproximados, vê-se a caveira, imagem que rapidamente se associa a Alexander McQueen. Está coberta de flores e borboletas que dão cor à peça dourada. A acompanhar, ouve-se um violino, num som que se torna cada vez mais intenso. As imagens mantêm-se. Não foi assim a vida de McQueen? Cheia de objetos bonitos, onde se conjuga o pouco óbvio, à tendência para apontamentos mais sombrios, tornando-se cada vez mais intensa até que se apagassem as luzes?

Ian Bonhôte e Peter Ettedgui, que realizaram e escreveram o documentário, respetivamente, conseguiram juntar numa mesma película as entrevistas exclusivas que mais nos permitem chegar a McQueen, mesmo após a sua morte.

As entrevistas conjugam-se com arquivos recuperados, material que é organizado de forma cronológica, e que levam a que o espectador se agarre àquele enredo, esquecendo que já conhece o triste final que se deu há oito anos.

É a mãe do designer a primeira a surgir em frente à câmara. Em casa, num cenário que não podia ser mais pessoal, lembra o filho com todo o amor, negando as ideias de ‘louco’ a que muitos o associaram.

os amigos e equipa falam com carinho e sobre a genialidade de toda a obra do designer que trabalhava não por dinheiro mas por paixão – assim foi com o próprio e com a sua equipa, que chegou a trabalhar para a marca sem receber.

Esta paixão é vista pela falta de interesse que o próprio não escondeu enquanto trabalha na Givenchy (aí sim, só por dinheiro). O foco esteve sempre na marca Alexander McQueen que se apoderou do próprio que evoluiu com as peças e 'desabafou' com os desfiles, como na coleção ‘Highland Rape’, fortemente criticada por mostrar a mulher como vítima de abusos mas que, explica o próprio, foi uma forma de mostrar que a mulher é poderosa e ultrapassa tais episódios - tal como o próprio fez, já que havia sido sexualmente abusado pelo cunhado, uma realidade que escondeu até ao momento do desfile.

Os primeiros pensamentos de suicídio foram partilhados por McQueen com os amigos mais próximos que o contam agora para as câmaras de Bonhôte. Queria subir numa plataforma, no final do seu último desfile e matar-se com uma pistola. O designer acabou por tirar de facto a própria vida, mas não de forma envolta numa performance, como prisioneiro do seu próprio trabalho.

'McQueen' conta uma história de amor que chega o mais perto possível do próprio artista e génio que viveu para as suas criações e que de várias formas chocou e escandalizou nas passerelles onde pisam os maiores designers, entre os quais o próprio Alexander McQueen.

É por isso, também, uma história de amor entre todos aqueles que acompanharam McQueen, a sua vida, arte e carreira.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório