Meteorologia

  • 14 NOVEMBRO 2018
Tempo
12º
MIN 12º MÁX 13º

Edição

'Medo - Trump na Casa Branca' chega a Portugal em novembro

A versão portuguesa do livro 'Medo - Trump na Casa Branca', do jornalista de investigação norte-americano Bob Woodward sobre Donald Trump, chega às bancas na primeira quinzena de novembro, numa edição da Dom Quixote, foi hoje anunciado.

'Medo - Trump na Casa Branca' chega a Portugal em novembro
Notícias ao Minuto

14:02 - 11/09/18 por Lusa

Cultura Dom Quixote

O livro, que hoje chega às livrarias nos Estados Unidos, traça o retrato de um Presidente inculto, colérico e paranóico cujos secretários e conselheiros se esforçam permanentemente por controlar para evitar as suas piores decisões.

Vários excertos do livro já divulgados pela imprensa norte-americana estão a marcar, juntamente com um editorial anónimo com o mesmo sentido publicado pelo jornal New York Times, a atualidade política norte-americana.

O livro suscitou uma série de reações, incluindo do próprio Trump, que o classificou como "uma fraude".

Bob Woodward é um dos responsáveis pela investigação jornalística ao caso Watergate que provocou a demissão de Richard Nixon e acompanhou e investigou oito presidências, de Nixon a Barack Obama.

Em comunicado, a D. Quixote, explica que o jornalista se baseou em "centenas de horas de entrevistas e em notas de reuniões, diários pessoais, ficheiros e documentos oficiais".

'Medo - Trump na Casa Branca', conta ainda os debates explosivos e as tomadas de decisão na Sala Oval, na Situation Room, no Air Force One e na residência oficial da Casa Branca", acrescenta a editora, considerando tratar-se de "o retrato mais íntimo de um presidente norte-americano em funções alguma vez publicado durante os seus primeiros anos no cargo".

O livro inclui episódios dos primeiros 18 meses de Trump no cargo, entre os quais um em que o seu chefe de gabinete, John Kelly, lhe chamou "idiota".

Outro em que elementos da sua equipa lhe retiraram documentos sensíveis da secretária para impedir que os assinasse.

Bob Woodward descreve ainda no livro a frustração permanente de John Kelly, o homem mais próximo do Presidente. Numa reunião à porta fechada, Kelly terá afirmado, sobre Donald Trump: "É um idiota. É inútil tentar convencê-lo do que quer que seja. Nem sei mesmo o que estamos aqui a fazer. É o pior trabalho que alguma vez tive (...) Estamos em Crazytown (Cidade dos Malucos)".

Donald Trump classificou o livro como "uma fraude" e alguns dos conselheiros mais próximos do Presidente, incluindo John Kelly, desmentiram ter falado com o jornalista.

Confrontado com estas posições, Bob Woodward, que está a cumprir o circuito dos "talk shows" norte-americanos, como parte da estratégia promocional do livro, desvalorizou os desmentidos.

"Não estão a dizer a verdade. São declarações políticas para manterem os lugares", disse Woodward em entrevista ao "Today Show", da televisão NBC.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório