Meteorologia

  • 22 OUTUBRO 2018
Tempo
14º
MIN 14º MÁX 15º

Edição

Debates, artesanato e música no Festival de Ideias Claraboia em Guimarães

O Claraboia - Feira de Coisas e Festival de Ideias, evento que decorre sábado em Guimarães, vai juntar à reflexão sobre temas como ambiente, voluntariado ou igualdade de género, a música, o artesanato, entre outras atividades, indicou hoje a organização.

Debates, artesanato e música no Festival de Ideias Claraboia em Guimarães
Notícias ao Minuto

16:00 - 07/09/18 por Lusa

Cultura Festival

"Tudo para todos num evento para curiosos, opinantes e/ou especialistas. Um evento onde todos cabem", descreve o convite para o Claraboia - Feira de Coisas e Festival de Ideias que é organizado pelo Núcleo de Inclusão, Comunicação e Média, uma organização fundada em 2015, sedeada em Guimarães, distrito de Braga, e registada no Instituto Nacional de Reabilitação.

Em causa um evento de entrada gratuita que decorre das 11 às 17h00 na sede do Grupo Recreativo 20 Arautos de D. Afonso Henriques, no 'coração' da cidade de Guimarães, destacando-se a vertente 'Conversas Informais' que conta com mais de uma dezena de intervenientes de várias áreas e representantes de diversas associações e projetos.

O 'Voluntariar - sim ou não?', painel que pretende responder a perguntas como "Qual é a linha que separa o voluntariado de trabalho gratuito?", decorre das 11 às 12h00.

Já o 'Guimarães Verde?', sessão sobre as questões ambientais, está agendado para as 12:00, enquanto o painel 'Desigualdade de género' começa às 15h00.

Por fim, para responder a questões como "qual a diferença entre expatriado, emigrante e refugiado?" ou "Guimarães é uma cidade intercultural?", bem como "o que é o choque cultural?", vai decorrer às 16h00 a conversa 'Sabemos receber?'.

Paralelamente, ao longo do dia, no Claraboia - Feira de Coisas e Festival de Ideias há um 'Cantinho do Voluntariado', espaço criado com o objetivo, descreve a organização, de "estabelecer parcerias e mostrar o trabalho que é realizado tantas vezes de forma anónima e nos bastidores, mas que ajuda a salvar vidas, inverter caminhos, criar laços, empoderar cidadãos, transformar realidades, pessoas, culturas, vivências".

Somam-se mostras de artesanato, oficinas de trabalhos manuais, num "espaço de convívio e de debate descontraído", conforme descreve nota do Núcleo de Inclusão, Comunicação e Média, estrutura que, entre outros projetos, gere a Plural&Singular, portal noticioso dedicado à área da deficiência e inclusão.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório