Meteorologia

  • 22 SETEMBRO 2018
Tempo
30º
MIN 28º MÁX 31º

Edição

Nadav Lapid é o realizador em foco no 26.º Curtas de Vila do Conde

O israelita Nadav Lapid é o realizador em foco na 26.ª edição do festival Curtas Vila do Conde, que decorre de 14 a 22 de julho, anunciou hoje a organização.

Nadav Lapid é o realizador em foco no 26.º Curtas de Vila do Conde
Notícias ao Minuto

14:50 - 19/06/18 por Lusa

Cultura Cinema

O realizador estará em Vila do Conde "para apresentar o seu trabalho, mas também para um debate, a decorrer no dia 21 de julho, às 15:00, no Teatro Municipal de Vila do Conde, integrado, também, na 3.ª edição do Workshop de Crítica de Cinema, promovido pelo festival", refere a organização do 'Curtas', num comunicado hoje divulgado.

Nadav Lapid, de 43 anos, venceu em 2016 o Grande Prémio da Competição Internacional do Curtas Vila do Conde com a curta-metragem "From the Diary of a Wedding Photographer", que tinha sido apresentada, no mesmo ano, na Semana da Crítica do Festival de Cannes.

A curta em questão, um "retrato sombrio e satírico de um fotógrafo de casamento, que desenvolve uma obsessão fetichista por noivas, é apenas um dos múltiplos filmes que compõem a retrospetiva integral a apresentar no Curtas Vila do Conde".

O trabalho de Nadav Lapid, "quer na literatura, quer mais tarde no cinema, tem-se desenvolvido sobretudo em torno da identidade nacional israelita, ou seja, sobre o que é ser-se israelita nos dias que correm".

A 26.ª edição do festival, cujo programa completo será anunciado a 26 de junho, arranca a 14 de julho, com a estreia nacional de "Diamantino", longa-metragem de Gabriel Abrantes e Daniel Schmidt, vencedora do Grande Prémio da Semana da Crítica do Festival de Cinema de Cannes, no passado mês de maio,

O filme será apresentado na secção da Da Curta à Longa, que também vai contar com a presença do realizador francês Yann Gonzalez.

Na secção Da Curta à Longa vai ser igualmente exibido "Un couteau dans le coeur", um filme de Yann Gonzalez, que tem como pano de fundo a indústria pornográfica do final dos anos de 1970, em Paris.

O festival vai apresentar ainda uma sessão de meia-noite, composta por filmes "vanguardistas e algumas raridades", apresentados por Yann Gonzalez, que inclui "Depressive Cop", de Bertrand Mandico, "Tout ce dont ie me souviens", de Christian Boltanski, "The Cat Lady", de Tom Chomont, "Dellamorte Dellamorte Dellamore", de David Matarasso, e "Jungle Islan", de Jack Smith, algumas das escolhas do cineasta.

O 26.º Curtas Vila do Conde - Festival Internacional de Cinema pretende unir a música e o cinema e, por isso, vai também contar com atuações de bandas e artistas portugueses como Black Bombaim, B. Fachada, Joana Gama e Luís Fernandes.

A estes nomes da música portuguesa junta-se a artista e ativista norte-americana Moor Mother, que atuará com Jonathan Uliel Saldanha, no dia 19 de julho, com a componente visual entregue aos realizadores André Tentúgal e Vasco Mendes.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório