Meteorologia

  • 17 OUTUBRO 2018
Tempo
18º
MIN 17º MÁX 19º

Edição

António Muñoz Molina apresenta o seu romance finalista do Man Booker

O escritor espanhol Antonio Muñoz Molina vai estar na Feira do Livro de Lisboa na quarta-feira, para apresentar o seu romance 'Como a sombra que passa', finalista da edição deste ano do Prémio Man Booker internacional.

António Muñoz Molina apresenta o seu romance finalista do Man Booker
Notícias ao Minuto

09:52 - 11/06/18 por Lusa

Cultura Feira do Livro

O livro, que vai ser editado em Portugal pela Ponto de Fuga, debruça-se sobre o assassinato do ativista Martin Luther King, acompanhando o percurso seguido pelo assassino, James Earl Ray, desde o crime até à sua captura, incidindo particularmente nos dias que passou em Lisboa durante a sua fuga.

A 04 de abril de 1968, Martin Luther King foi assassinado. Antes da sua captura e condenação a 99 anos de prisão, James Earl Ray escapou ao FBI durante dois meses, período durante o qual cruzou o mundo sob diferentes identidades falsas.

Nesse tempo, passou dez dias em Lisboa, a tentar obter um visto para Angola.

Obcecado por esse homem fascinante, e graças à abertura recente dos arquivos do FBI sobre o caso, Antonio Muñoz Molina reconstrói o crime, a fuga e a captura de Ray, mas sobretudo os seus passos na capital portuguesa, descreve a editora na sinopse do livro.

Lisboa é, então, o cenário e protagonista deste romance, enquanto destino de três viagens que se vão alternando na perspetiva do autor: a do fugitivo James Earl Ray em 1968, a do jovem Molina, que, em 1987, partiu de Granada em busca de inspiração para 'O Inverno em Lisboa', livro que o consagraria, e a do escritor aclamado que tece a narrativa nos dias de hoje.

Trata-se de uma releitura do assassinato de Martin Luther king por James Earl Ray, o seu período de fuga e a sua captura, ligados a um exame honesto do próprio passado do romancista.

Segundo a sinopse do livro, 'Como a Sombra que Passa' aborda, a partir da maturidade e num registo íntimo, temas relevantes na obra de Antonio Muñoz Molina: o passado como matéria de difícil recriação, o caráter fugaz do instante, a construção da identidade e o fortuito como motor do real, que neste livro ganham forma através de uma primeira pessoa inteiramente livre que desafia perceções e se resolve no próprio processo de escrita.

A apresentação da obra pelo autor vai decorrer na Praça Verde da Feira do Livro de Lisboa, às 21h00 de 13 de junho, dia de encerramento do certame.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório