Meteorologia

  • 27 MAIO 2018
Tempo
16º
MIN 15º MÁX 16º

Edição

'Calibre 22' de Rubem Fonseca no regresso da Sextante ao mercado livreiro

A chancela Sextante, do grupo Porto Editora, anunciou hoje os seus cinco novos títulos, a publicar quinta-feira, e que revelam a sua nova linha editorial, estando entre eles 'Calibre 22', de Rubem Fonseca, autor que publica desde 2010.

'Calibre 22' de Rubem Fonseca no regresso da Sextante ao mercado livreiro
Notícias ao Minuto

19:56 - 15/05/18 por Lusa

Cultura Porto Editora

Nos planos da chancela, ausente dos escaparates livreiros desde novembro último, está o mexicano Carlos Fuentes (1928-2012), do qual será publicado o seu romance póstumo, 'Aquiles ou O Guerrilheiro e o Assassino', numa tradução de Helena Pitta.

Do autor irlandês John Banville, distinguido em 2014 com o Prémio Príncipe das Astúrias das Letras, é publicado 'O Mar', numa tradução de Teresa Curvelo.

Os cinco títulos que chegam quinta-feira ao mercado "representam a nova linha editorial, que se estruturará sobre dois pilares principais: uma coleção de autores estrangeiros contemporâneos e uma outra de grandes romances populares de todos os tempos da literatura mundial", segundo fonte da Sextante.

Rubem Fonseca, de 93 anos, publicado em Portugal em exclusivo pela Sextante, é um desses autores contemporâneos. 'Calibre 22' é o mais recente título do autor brasileiro, e retoma uma das personagens da sua trajetória literária, o detetive Mandrake, apresentado em 'A Grande Arte', e agora contratado para desvendar quem está por detrás de uma série de assassinatos envolvendo o editor de uma famosa revista feminina.

'Calibre 22' reúne ainda outras narrativas mais curtas que abordam temas caros ao autor, como a desigualdade social e as suas consequências, a violência motivada pelo racismo, misoginia, homofobia e outros preconceitos, a crítica velada ou aberta a dogmas religiosos e as atitudes imprevisíveis de mentes psicopatas.

Outros autores previstos são Ismail Kadaré, Dasa Drndic, Ralf Rothmann e Donald Ray Pollock, enquanto se mantêm escritores já habituais na Sextante, como Eduardo Mendoza, Don DeLillo, Joyce Carol Oates, Edmund de Waal, Olivier Rolin, Laurent Gaudé, Phillippe Claudel e Patrick Modiano, Prémio Nobel da Literatura em 2014, e de quem será publicado o romance 'Souvenirs Dormants', ainda sem título em português.

'Biblioteca dos Tesouros' é o título da coleção dedicada a clássicos mundialmente conhecidos, e que se estreia com 'Os Três Mosqueteiros', de Alexandre Dumas, com ilustrações de Maurice Leloir e tradução para português por Artur Lopes Cardoso, e 'A Ilha do Tesouro', de Robert Louis Stevenson, com ilustrações de Georges Roux, e tradução de António Mega Ferreira.

As edições desta coleção apresentarão "sempre as versões integrais dos textos originais - até agora pouco presentes no mercado nacional -, e ilustrações da época, em edições cuidadas de capa dura", segundo a mesma fonte.

A Sextante surgiu no mercado livreiro em 2007, e faz parte do Grupo Porto Editora desde 2010.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório

Os cookies ajudam-nos a melhorar a sua experiência como utilizador.

Ao utilizar o nosso website, está a aceitar o uso de cookies e a concordar com a nossa política de utilização.