Meteorologia

  • 25 SETEMBRO 2018
Tempo
30º
MIN 27º MÁX 32º

Edição

Fórum Europeu dos Museus encerra hoje e anuncia premiados

O Fórum Europeu dos Museus encerra hoje, em Varsóvia, na Polónia, onde irá anunciar os galardões do Prémio Museu Europeu do Ano 2018, ao qual são finalistas os museus portugueses dos Coches e Ferroviário.

Fórum Europeu dos Museus encerra hoje e anuncia premiados
Notícias ao Minuto

06:40 - 12/05/18 por Lusa

Cultura Polónia

O Museu Nacional dos Coches, em Lisboa, e o Museu Nacional Ferroviário, no Entroncamento, estão incluídos na lista dos 40 finalistas candidatos ao Prémio Museu Europeu do Ano 2018.

Criado pelo Conselho da Europa, o Fórum Europeu dos Museus atribui o Prémio Museu Europeu do Ano ('European Museum of the Year Award' ou EMYA, na sigla original) desde 1977, ano da sua fundação.

O Prémio Museu Europeu do Ano 2017 foi atribuído, em maio passado, ao Museu de Etnografia de Genebra, na Suíça, e o Museu de Leiria venceu o Prémio The Silletto, outro dos galardões do conjunto atribuído anualmente pelo EMF.

Na área da museologia, o Prémio Museu Europeu do Ano é o principal e o mais antigo dos galardões atribuídos pelo EMF e também o mais prestigiado na Europa, criado para reconhecer a excelência no setor museológico europeia e promover processos inovadores.

Localizado em Belém, o Museu Nacional dos Coches é o mais visitado em Portugal e recebeu novas instalações em 2015, embora o original, instalado no Picadeiro Real, datado de 1904 e criado pela rainha D. Amélia, continue a funcionar.

O museu possui uma coleção de coches e outras viaturas antigas considerada única no mundo dentro do género, percorrendo a evolução técnica dos transportes de tração animal, e a variada arte decorativa e ornamentação das viaturas.

Quanto ao Museu Nacional Ferroviário, que conta a história do caminho-de-ferro em Portugal, está inserido no complexo ferroviário da cidade, no distrito de Santarém, e envolve uma área de 4,5 hectares, com 19 linhas ferroviárias.

Gerido pela Fundação Museu Nacional Ferroviário Armando Ginestal Machado, o museu reúne uma coleção com 36.000 objetos, que apresentam os primórdios da locomotiva a vapor ao transporte ferroviário atual e do futuro.

Entre os 40 finalistas ao EMYA estão o Azerbaijan Carpet Museum, em Baku (Azerbeijão), o War Childhood Museum, em Sarajevo (Bosnia e Herzegovina), o Estonian National Museum, em Tartu (Estónia), o Helsinki City Museum (Finlândia), o Lascaux - International Centre for Cave Art, em Dordogne (França), o Money Museum Deutsche Bundesbank, em Frankfurt (Alemanha).

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório