Meteorologia

  • 25 JULHO 2024
Tempo
25º
MIN 19º MÁX 28º
Imobiliário Habitação Licenciamento de edifícios habitacio...

Licenciamento de edifícios habitacionais aumenta 1% até novembro

O licenciamento de edifícios habitacionais registou um aumento homólogo de 1% até novembro de 2022, enquanto o licenciamento de fogos em construções novas subiu 5,3%, anunciou hoje a associação do setor.

Licenciamento de edifícios habitacionais aumenta 1% até novembro
Notícias ao Minuto

13:05 - 27/01/23 por Lusa

Casa AICCOPN

De acordo com a Associação dos Industriais da Construção Civil e Obras Públicas (AICCOPN), ao nível do licenciamento de edifícios habitacionais, nos primeiros onze meses de 2022, observou-se um aumento de 1%, que resultou de uma subida de 1,9% no número de licenças emitidas para construção nova e de uma diminuição de 6,3% nas licenças para obras de reabilitação.

No que respeita ao licenciamento de fogos em construções novas, assistiu-se, no período em análise, a uma subida homóloga de 5,3%, para 27.834 alojamentos, lê-se na Síntese Estatística da Habitação.

É referido ainda que até ao final de novembro do ano passado, o consumo de cimento no mercado português atingiu as 3.542 milhares de toneladas, o que corresponde a um crescimento de 1% face ao mesmo período do ano anterior.

Quanto ao valor mediano da avaliação de habitação para efeitos de concessão de crédito, no mês de novembro, apurou-se um aumento de 13,9% devido às taxas de crescimento homólogo de 14,9% nos apartamentos e de 11,3% nas moradias.

A AICCOPN refere ainda que no caso da Região Autónoma dos Açores, o número de fogos licenciados em construções novas nos doze meses terminados em novembro de 2022 foi de 615, o que se traduziu num aumento 2,5% que compara com os 600 alojamentos licenciados nos doze meses anteriores.

Destes, 11 são de tipologia T0 ou T1, 33 são de tipologia T2, 40 de tipologia T3 e 16 de tipologia T4 ou superior.

Quanto ao valor de avaliação bancária na habitação, verificou-se, nesta região, um aumento homólogo de 13,3% em novembro do ano passado.

Leia Também: Empréstimos para comprar casa cresceram 3,6% em 2022 face ao ano anterior

Campo obrigatório