Meteorologia

  • 17 JUNHO 2024
Tempo
16º
MIN 15º MÁX 22º
Mercado Estatísticas Compra, arrendamento e construção: P...

Compra, arrendamento e construção: Preços estão mais caros em Portugal

A conclusão é de um estudo da plataforma HelloSafe Portugal, que revela as diferenças por regiões e quanto aumentou o preço no último ano. 

Compra, arrendamento e construção: Preços estão mais caros em Portugal

A compra, o arrendamento e a construção de casas estão mais caros em Portugal. A conclusão é de um estudo da plataforma HelloSafe Portugal, que revela as diferenças por regiões e quanto aumentou o preço no último ano. 

Os dados da plataforma revelam que 2.066 euros é a média do metro quadrado (m²) para comprar casa em Portugal, enquanto 8,82 euros é a média atualmente do m² do arrendamento também em território nacional. 

Já o valor médio do m² para construção está nos 532 euros, de acordo com a informação divulgada. 

"O preço médio por m² para comprar um alojamento nas capitais de Portugal é agora de 2.066 euros, mas este valor deve-se principalmente a duas cidades: Lisboa, que é 115% mais cara do que a média do país (4.451 €) e Porto, onde um alojamento custa pelo menos 36% mais do que em outras regiões (2.220 €). Segue-se Faro, que é 13% mais caro (2.333 €) e Funchal em 12% mais (2.313 €)", pode ler-se. 

Do lado oposto, as capitais da Guarda e de Castelo Branco são respectivamente 80% e 78%, mais baratas do que a média nacional.

De acordo com os últimos dados disponíveis sobre o valor médio das vendas por m² de habitações familiares, em 2022, os portugueses pagaram cerca de 12,35% mais para comprar novas propriedades do que as existentes.

"A maior diferença foi sentida na Madeira, onde a diferença de preço um alojamento familiar usado para um novo é cerca de 17,31% mais caro. Nos Açores, onde a diferença é menor, um comprador paga 7,84% mais por um alojamento novo. No continente, a porcentagem é 12,65% mais, enquanto a média nacional é de 12,35% mais para uma nova propriedade", pode ainda ler-se. 

Leia Também: Taxas Euribor descem a 6 e a 12 meses e sobem a 3 meses

Campo obrigatório