Meteorologia

  • 01 OUTUBRO 2022
Tempo
25º
MIN 12º MÁX 27º
Mercado Estatísticas idealista. Metade das casas à venda ...

idealista. Metade das casas à venda têm mais de 100 metros quadrados

Estudo do idealista revela que o preço por metro quadrado (m2) de uma casa com menos de 40m2 é duas vezes mais caro comparando com uma de entre 100 e 120m2.

idealista. Metade das casas à venda têm mais de 100 metros quadrados

Metade das casas à venda (55%) tem uma superfície superior a 100 metros quadrados (m2), segundo um estudo do idealista, divulgado esta segunda-feira.

"Apenas 2% das casas disponíveis no mercado contam com menos de 40m2. Já os imóveis com tamanho compreendido entre 40 a 60m2 alcançam 8% da oferta nacional. As tipologias mais frequentes são casas de 120 a 150m2, representando 18% do mercado, de 75 a 90m2, que representam 13% da oferta e de 90 a 100m2, representando 12% da habitação disponível. Apenas 5% da oferta de casas à venda tem uma superfície de mais de 240m2", pode ler-se num comunicado a que o Casa ao Minuto teve acesso. 

Analisando por capitais de distrito, só três cidades dispõem de um parque habitacional à venda onde as casas na sua maioria têm menos de 100m2: Setúbal, onde apenas 34% têm mais de 100m2, em Beja (44%) e em Lisboa (46%). 

Do lado oposto, na Guarda, 79% das casas à venda têm mais de 100m2, seguindo-se Viseu (76%) e Funchal (75%).

O estudo revela também que o preço do metro quadrado também varia em função do tamanho do imóvel, "sendo geralmente mais caro o m2 quanto mais pequena for a casa". O preço por metro quadrado (m2) de uma casa com menos de 40m2 é duas vezes mais caro comparando com uma de entre 100 e 120m2, revela o idealista. 

"O preço médio por metro quadrado de uma casa em Portugal com menos de 40m2 é de 4.545 euros, sendo cerca de 100% mais caro o m2 comparando com uma casa de tamanho compreendido entre 100 a 120 metros, onde custa 2.269 euros o m2", pode ler-se no mesmo comunicado. 

Leia Também: Juros da dívida caem a dois anos e sobem a cinco e a 10 anos

Campo obrigatório