Meteorologia

  • 30 SETEMBRO 2022
Tempo
22º
MIN 14º MÁX 22º
Imobiliário Arrendamento Rendas das casas em Lisboa registam ...

Rendas das casas em Lisboa registam o maior aumento trimestral em 5 anos

Em termos homólogos, a subida das rendas em Lisboa atinge os 14,6% no 2º trimestre

Rendas das casas em Lisboa registam o maior aumento trimestral em 5 anos

As rendas dos novos contratos de arrendamento residencial aumentaram 4,9% em Lisboa no 2º trimestre de 2022 face ao trimestre anterior, registando a maior subida trimestral desde o final de 2017.

No Porto, as rendas tiveram um aumento trimestral de 3,7% no 2º trimestre, conforme os mais recentes resultados do Índice de Rendas Residenciais, apurado pela Confidencial Imobiliário tendo por base as rendas dos novos contratos realizados.

Em termos homólogos, a subida das rendas em Lisboa atinge os 14,6% no 2º trimestre, refletindo os fortes aumentos trimestrais do último ano, sempre acima dos 2,5%, garantem os dados do Confidencial Imobiliário. 

Recorde-se que as rendas na capital estavam a descer até há um ano, acumulando no 2º trimestre de 2021 uma variação homóloga de -12,0%. 

No Porto, a recuperação das rendas só começou a observar-se no final de 2021, embora num ritmo igualmente intenso, com aumentos trimestrais sempre superiores a 3,5%. Em resultado deste ciclo, as rendas no Porto registaram no 2º trimestre um crescimento homólogo de 11,7%, em contraste com os -9,8% observados há um ano, avança o mesmo estudo.

No cômputo do país, as rendas contratadas para a habitação no 2º trimestre aumentaram 3,3% em termos trimestrais e 7,0% em termos homólogos.

De acordo com os dados do SIR-Arrendamento, no 2º trimestre de 2022 a renda média contratada atingiu patamares inéditos de 15,1€/m2 em Lisboa e de 12,4€/m2 no Porto. No país, atingiu os 11,6€/m2, igualmente um nível máximo.

Leia Também: Taxas Euribor sobem em todos os prazos e atingem novos máximos

Campo obrigatório