Meteorologia

  • 02 OUTUBRO 2022
Tempo
28º
MIN 16º MÁX 31º
Finanças Crédito à habitação Taxa fixa ou variável no crédito à h...

Taxa fixa ou variável no crédito à habitação: Conheça as diferenças

Muito se tem falado sobre a taxa fixa e a variável, num momento de subida das Euribor. Saiba em que consistem.

Taxa fixa ou variável no crédito à habitação: Conheça as diferenças

Fazer um empréstimo para comprar casa implica escolher entre taxa fixa ou variável no momento de contratar o crédito á habitação - também pode optar pela mista, que explicámos como funciona aqui. Contudo, conhece a diferença entre estes dois tipos de taxas? 

Antes de mais importa sublinhar que ponderação é a regra. "Associadas à contratação do crédito há decisões que devem ser ponderadas porque afetam o valor da prestação. Além do montante do empréstimo, há que decidir se o crédito é a taxa de juro fixa ou a taxa de juro variável", refere o portal Todos Contam.

Quais são, afinal, as diferenças? 

  • Taxa fixa

No caso da taxa fixa, a prestação é sempre igual ao longo do empréstimo ou durante o período em que a taxa de juro fixa vigorar, mas, em condições normais de mercado, tende a ser superior à prestação de um empréstimo a taxa variável.

  • Taxa variável

Já a escolha de um empréstimo a taxa de juro variável implica a alteração do valor da prestação quando é revisto o valor da Euribor, sendo que a Euribor pode mudar conforme o prazo a que se refere.

"Em período de subida/descida de taxas Euribor, a prestação de um empréstimo a taxa variável aumenta/diminui, enquanto a prestação de um empréstimo a taxa fixa se mantém", de acordo com o portal de literacia financeira Todos Contam. 

Dica - Se está a comparar várias propostas de empréstimos não se esqueça de olhar para a taxa anual de encargos (TAE), que mede o custo total do crédito.

Leia Também: DECO exige "transparência sobre quem vai pagar o custo do travão ibérico"

Campo obrigatório