Meteorologia

  • 19 AGOSTO 2022
Tempo
22º
MIN 22º MÁX 37º
Imobiliário Arrendamento Arrendamento? Procura cresceu na pri...

Arrendamento? Procura cresceu na primeira metade do ano, diz o Imovirtual

Por outro lado, a procura pela compra de casa caiu 3,2% no primeiro semestre do ano, também em comparação com o semestre anterior. 

Arrendamento? Procura cresceu na primeira metade do ano, diz o Imovirtual

A procura por casas para arrendar aumentou 45% no primeiro semestre de 2022, em comparação com os últimos seis meses de 2021, quando os valores se mantiveram estáveis, de acordo com dados do Imovirtual, divulgados esta quarta-feira. 

"Este aumento da procura foi progressivo a partir de janeiro, com um crescimento de +30% da procura até junho", pode ler-se num comunicado a que o Notícias ao Minuto teve acesso. 

Por outro lado, a procura pela compra de casa caiu 3,2% no primeiro semestre do ano, também em comparação com o semestre anterior. 

"No entanto, ao comparar o período de janeiro a junho de 2022, há um decréscimo mais acentuado de -32%. No que diz respeito à oferta de casas para venda, há também um decréscimo de imóveis de cerca de -30% em junho, face a meados do ano passado", pode ler-se no mesmo comunicado. 

Relativamente à procura de casa para comprar, os apartamentos foram a categoria mais requisitada, seguindo-se as moradias, terrenos e, por fim, quintas e herdades.

"O maior aumento de procura registou-se na procura por apartamento em Braga (+16,9%), Setúbal (+13,3%) e Lisboa (+12,7%). Já as maiores quebras na procura ocorreram no caso das quintas e terrenos em Setúbal (-22,4%) e Évora (-14,4%), bem como moradias no Porto (-14,9%)", é ainda referido. 

Leia Também: Espanha. Guardas suspensos devido a vídeos gravados por reclusos

Campo obrigatório