Meteorologia

  • 17 AGOSTO 2022
Tempo
26º
MIN 17º MÁX 26º
Imobiliário Habitação Este centro vai investir 750 mil na ...

Este centro vai investir 750 mil na requalificação e ampliação de lar

O Centro Social Paroquial de Vinhó, no concelho de Gouveia, distrito da Guarda, prevê investir 750 mil euros nas obras de requalificação e ampliação da Estrutura Residencial para Pessoas Idosas (ERPI), para melhorar as condições dos utentes.

Este centro vai investir 750 mil na requalificação e ampliação de lar
Notícias ao Minuto

10:52 - 28/06/22 por Lusa

Casa Lar

De acordo com um concurso público publicado na segunda-feira em Diário da República, o preço base do procedimento da empreitada de requalificação e ampliação da ERPI do Centro Social Paroquial de Vinhó, na União das Freguesias de Moimenta da Serra e Vinhó, é no valor de 750 mil euros e tem um prazo de execução de 370 dias.

Segundo o tesoureiro, Paulo Caetano, o objetivo do investimento, realizado a expensas da instituição, ligada à igreja, é "aumentar a capacidade em 30%, no sentido de dar resposta a algumas solicitações que têm vindo a ser feitas nos últimos anos", passando de 21 para 27 utentes.

O concurso é lançado pela terceira vez e o responsável disse esperar que apareçam empresas interessadas na realização da obra, que "é muito importante para modernizar" a instituição e "para criar as melhores condições" para os utentes.

Com a execução da obra, a direção do Centro Social Paroquial de Vinhó pretende não só modernizar as instalações, como também apostar na eficiência energética do edifício.

Paulo Caetano referiu à agência Lusa que a instituição candidatou a obra ao PARES e ao Plano de Recuperação e Resiliência (PRR) e "ambas as candidaturas foram chumbadas", ficando sem oportunidade de ter acesso a fundos comunitários.

A direção não tem a verba global para a intervenção que pretende realizar e o tesoureiro admitiu a possibilidade do recurso à banca.

A obra também foi candidatada ao Fundo Ambiental, mas o resultado não é conhecido, segundo Paulo Caetano.

Com o investimento previsto, a direção da instituição privada de solidariedade social não lucrativa do concelho de Gouveia prevê criar "dois ou três novos postos de trabalho", disse.

O Centro Social Paroquial de Vinhó teve a sua génese no dia 05 de março de 1987, por iniciativa da Comissão da Fábrica da Igreja Paroquial.

A instituição iniciou a sua atividade com 50 utentes no âmbito das respostas sociais Centro de Dia e Serviço de Apoio Domiciliário, para "dar resposta a necessidades manifestas, na comunidade local", segundo informação disponibilizada na sua página da internet.

Em 19 de julho de 1992 iniciaram-se obras para a construção de um novo edifício que constitui até ao momento a ERPI, com capacidade para 21 utentes, que foi inaugurada em 15 de agosto de 1995.

Atualmente, tem a funcionar as respostas sociais de ERPI (21 idosos), Centro de Dia (10) e Serviço de Apoio Domiciliário (15), com um total de 17 funcionários.

Leia Também: Idosa morre após ser atacada por vaca em Fafe

Campo obrigatório