Meteorologia

  • 22 MAIO 2022
Tempo
18º
MIN 17º MÁX 23º
Imobiliário Escritórios Sabugal instala espaços de 'coworkin...

Sabugal instala espaços de 'coworking' em todas as freguesias

O município do Sabugal pretende criar este ano espaços de 'coworking' em todas as freguesias do concelho e investir 1,2 milhões de euros na instalação de um 'Smart Work Center - Centro Empresarial' na cidade.

Sabugal instala espaços de 'coworking' em todas as freguesias

Segundo o presidente da Câmara Municipal do Sabugal, Vítor Proença (PSD), o projeto da rede de espaços de 'coworking' na totalidade das freguesias do concelho é executado em duas fases e tem um investimento global estimado na ordem dos 300 mil euros.

O autarca disse hoje à agência Lusa que a primeira fase do projeto, com um investimento de 100 mil euros, inclui a criação de 21 espaços de teletrabalho, sendo que já estão a funcionar dois, um no Centro Dr. José Diamantino dos Santos, na sede de concelho, e outro no Centro de Negócios Transfronteiriço, na vila do Soito, onde anteriormente funcionavam os denominados "Espaços de Internet".

Os outros 19 espaços de 'coworking' vão ser instalados pela autarquia nas localidades contempladas, em instalações indicadas pelas respetivas Juntas de Freguesia.

A primeira fase da medida abrange as localidades de Águas Belas, Aldeia do Bispo, Aldeia de Santo António, Aldeia Velha, Alfaiates, Bendada, Casteleiro, Cerdeira, Foios, Lajeosa, Malcata, Moita, Quadrazais, Rapoula do Côa, Rendo, Ruivós, Ruvina, Santo Estevão e Vale de Espinho.

Segundo Vítor Proença, a iniciativa autárquica será estendida, numa segunda fase, às restantes freguesias do concelho do Sabugal, localizado junto da fronteira com Espanha, no distrito da Guarda, para que, até final do ano, todo o território concelhio esteja abrangido pelos projetos que proporcionam condições de teletrabalho.

Com a instalação da rede de centros de 'coworking' no território, a autarquia "quer apoiar colaboradores de entidades públicas e privadas, profissionais liberais e estudantes, disponibilizando o acesso a espaços de trabalho equipados com computadores, impressoras e acesso à internet".

A iniciativa também é realizada com a ideia de os espaços serem utilizados pelos residentes e pelos emigrantes que, nas suas deslocações, podem aproveitar esses espaços para trabalho, "uma vez que as freguesias não estão dotadas com fibra [ótica], nem com rede móvel, que permitam ter acesso com velocidade e com as condições que são necessárias para executar o trabalho no dia-a-dia".

Os espaços serão colocados em funcionamento "à medida" que a Altice, empresa envolvida no processo, "coloque as infraestruturas necessárias" para acesso à internet "em condições", assumiu Vítor Proença.

O autarca referiu, no entanto, que o objetivo é ter os primeiros 19 espaços nas freguesias "a funcionar antes do verão", para que possam ser utilizados pela "diáspora" e por outras pessoas interessadas.

A Câmara Municipal do Sabugal também vai avançar com a reabilitação de um edifício do Parque Industrial, que já adquiriu, para instalação de um "Smart Work Center -- Centro Empresarial".

"O edifício vai ficar equipado com tecnologias de ponta, para fixação de empresas temporárias que se queiram instalar temporariamente nas áreas tecnológicas, onde nós disponibilizamos instalações e serviços partilhados. É um espaço onde vamos ter condições para albergar empresas das novas áreas tecnológicas", adiantou o presidente da autarquia.

A obra está a concurso e o município prevê realizar um investimento global de 1,2 milhões de euros, com um financiamento europeu de 85%.

Leia Também: Este novo espaço de coworking em Lisboa é candidato a dois prémios

Campo obrigatório