Meteorologia

  • 24 MAIO 2022
Tempo
15º
MIN 14º MÁX 20º
Imobiliário Habitação Preços das casas abrandaram nos EUA....

Preços das casas abrandaram nos EUA. Subiram 18,8% em novembro

Este aumento ficou abaixo dos níveis registados em outubro, mês quando os custos cresceram 19%. No entanto, "foi a sexta maior leitura nos 34 anos abrangidos pelos nossos dados", referiu Craig Lazzara, diretor-geral da S&P DJI.

Preços das casas abrandaram nos EUA. Subiram 18,8% em novembro

Os preços das casas nos EUA registaram uma subida homóloga na ordem dos 18,8% em novembro do ano passado, de acordo com o Índice Nacional de Preços da Casa S&P CoreLogic Case-Shiller. No entanto, este aumento ficou abaixo dos níveis registados em outubro, mês quando os custos cresceram 19%.

"Apesar desta desaceleração, é importante lembrar que o ganho de novembro de 18,8% foi a sexta maior leitura nos 34 anos abrangidos pelos nossos dados (os cinco primeiros foram os meses imediatamente anteriores a novembro)", referiu Craig Lazzara, diretor-geral da S&P DJI.

Segundo os mesmos dados, a que a CNBC teve acesso, Phoenix, Tampa, Florida e Miami registaram os maiores aumentos homólogos, com 32,2%, 29,0% e 26,6%, respetivamente. Em contrapartida, Chicago, Minneapolis e Washington, D.C., mostraram as subidas mais baixas, apesar de estarem todos a rondar os 11%.

Por sua vez, as taxas de hipoteca mantiveram-se entre 3% e 3,25%. "Embora tenha sido ligeiramente superior aos níveis registados no verão, são historicamente baixas. Isto implica um maior poder de compra o que, por sua vez, alimenta a subida dos preços agora observada", escreve a CNBC.

Leia Também: Cidade nos EUA quer instituir requisitos e taxas para aquisição de arma

Campo obrigatório