Meteorologia

  • 24 MAIO 2022
Tempo
15º
MIN 14º MÁX 20º
Finanças Investimentos Fundos imobiliários abertos fecham 2...

Fundos imobiliários abertos fecham 2021 com subida de quase 9%

Em dezembro de 2021, o conjunto dos fundos abertos registou um aumento homólogo de 8,8% para os 4.537,1 milhões, enquanto os fundos fechados viram o volume gerido diminuir 4,17% para os 6.386,4 milhões.

Fundos imobiliários abertos fecham 2021 com subida de quase 9%

Após análise aos dados hoje divulgados pela CMVM, a FundsPeople revela que os fundos imobiliários abertos fecharam 2021 com uma subida de quase 9%. De acordo com a comunidade para os profissionais da gestão de ativos em Espanha, Portugal e Itália, o conjunto dos fundos abertos registou um aumento homólogo de 8,8% para os 4.537,1 milhões, no mês passado, enquanto os fundos fechados viram o seu volume gerido diminuir 4,17% para os 6.386,4 milhões.

A liderar o mercado está a entidade gestora independente Square Asset Management, tal como já havia mencionado a FundsPeople, que viu a sua percentagem do mercado nacional de fundos portugueses crescer e ultrapassar a Interfundos, que ocupa agora o segundo lugar.

Por sua vez, a Caixa Gestão de Ativos e GNB Real Estate mantêm-se na terceira e quarta posições do ranking, respetivamente. Já a Norfin, que veio a perder quota de mercado ao longo do ano, foi ultrapassada pela BPI Gestão de Ativos.

Recorde-se que, no mês passado, o valor sob gestão dos fundos de investimento imobiliário (FII), dos fundos especiais de investimento imobiliário (FEII) e dos fundos de gestão de património imobiliário (FUNGEPI) atingiu os 10.923,5 milhões de euros, mais 109,7 milhões (1,01%) do que em novembro.

No entanto, faz ainda sobressair a FundsPeople, este valor traduz um crescimento de apenas 0,81% para os 88 milhões de euros face ao período homólogo (10.835,3 milhões de euros no final de 2020).

Leia Também: Fundos imobiliários geriram mais 109,7 milhões de euros em dezembro

Campo obrigatório