Meteorologia

  • 27 JUNHO 2022
Tempo
16º
MIN 15º MÁX 23º
Imobiliário Construção Abertas candidaturas para o Prémio N...

Abertas candidaturas para o Prémio Nacional de Reabilitação Urbana 2022

Poderá concorrer até dia 7 de fevereiro, através do 'site' do evento. O certame está previsto realizar-se em abril.

Abertas candidaturas para o Prémio Nacional de Reabilitação Urbana 2022

O Prémio Nacional de Reabilitação Urbana 2022 já abriu as inscrições para a sua 10.ª edição. O anúncio foi dado por uma das organizadoras do evento, a Vida Imobiliária, na sua página oficial. Segundo a plataforma, as candidaturas vão decorrer até ao dia 7 de fevereiro, e poderá concorrer através do 'site' do evento. O certame está previsto realizar-se em abril.

Durante este ano, o Prémio Nacional de Reabilitação Urbana faz dez anos e para celebrar a sua 10.ª edição, volta a contar com o apoio da DGPC e também com as principais Associações e Ordens Profissionais do setor da construção e do imobiliário, entre as quais se destacam a Confederação Portuguesa da Construção e do Imobiliário (CPCI) e a Associação Portuguesa de Promotores e Investidores Imobiliários (APPII).

Esta iniciativa pretende eleger os melhores projetos nas categorias Residencial, Comercial & Serviços, Turístico, Impacto Social, Cidade de Lisboa, Cidade do Porto, Sustentabilidade, Reabilitação Estrutural, Restauro e Melhor Intervenção inferior a 1.000 m2, escreve a plataforma.

Nesta edição, o júri é composto pelo arquiteto cinco grandes nomes do setor: José Manuel Pedreirinho, antigo Presidente da Ordem dos Arquitetos; Pedro Ramalho, "figura da arquitetura nacional"; Manuel Reis Campos, engenheiro e Presidente da AICCOPN e CPCI; e pelos professores Raimundo Mendes da Silva e João Duque.

De realçar que o Prémio Nacional de Reabilitação Urbana, coorganizado pela Vida Imobiliária e pela Promevi, é uma das mais relevantes iniciativas no setor imobiliário português e reconhece os melhores projetos de reabilitação e requalificação urbana desenvolvidos em Portugal, sendo que já foram distinguidos mais de 70 projetos desde a sua criação.

Leia Também: Habitação. Amadora assina acordo de 67 milhões de euros com IHRU

Campo obrigatório