Meteorologia

  • 27 NOVEMBRO 2021
Tempo
12º
MIN 9º MÁX 15º

Edição

Finanças Investimentos Espanha. Agências imobiliárias inves...

Espanha. Agências imobiliárias investiram mais 37,8% no setor I&D em 2020

As empresas espanholas do ramo imobiliário investiram 16,4 milhões de euros em investigação e desenvolvimento (I&D), no ano passado, sendo este um novo máximo histórico. No entanto, continua a ser o terceiro setor que menos se investe.

Espanha. Agências imobiliárias investiram mais 37,8% no setor I&D em 2020

Em 2020, a despesa interna com investigação e desenvolvimento (I&D) de empresas espanholas do ramo imobiliário foi de 16,4 milhões de euros. Segundo avança o Ejeprime, este valor traduz um aumento de 37,8% face a 2019, alçando um novo máximo histórico.

No entanto, este segmento continua a ser o terceiro setor da economia espanhola que menos se investe, representando 0,2% do total, salienta o jornal. 

O investimento em I&D no setor imobiliário cresceu nos últimos quatro anos. Em 2017, disparou 100,5%, passando de 5,3 milhões de euros investidos em 2016, para 10,9 milhões de euros.

Já em 2018, subiu 6,4%, atingindo os 11,6 milhões de euros, enquanto em 2019 a subida da despesa com inovação e desenvolvimento foi de 2,6%, situando-se nos 11,9 milhões de euros.

Nestes quatro anos, o dinheiro que as empresas atribuíram para promover a investigação e o desenvolvimento caiu 73%. No ano passado, até 25 empresas do setor investiram em I&D, mais seis do que em 2019, mas menos 14 do que em 2008. 

Em Espanha, note-se, esta área do negócio estava nas mãos de 210 colaboradores, mais 25 trabalhadores do que há um ano, quando o setor tinha 185 profissionais dedicados à investigação, faz ainda notar o Ejeprime. O número para 2020 é ainda inferior ao de 2018, quando havia 230 trabalhadores no setor imobiliário.

Leia Também: Estrangeiros compraram 47.700 casas em Espanha na primeira metade do ano

Campo obrigatório