Meteorologia

  • 30 NOVEMBRO 2021
Tempo
MIN 7º MÁX 15º

Edição

Imobiliário Habitação Casas de luxo vendidas em criptomoed...

Casas de luxo vendidas em criptomoedas pela primeira vez em Portugal

A Prometheus International vendeu dois imóveis de luxo, ainda em construção, na Madeira, por 4,1 milhões de euros. As propriedades foram pagas em criptomoedas, sendo esta a primeira vez que isso acontece por cá.

Casas de luxo na Madeira -

A Prometheus International vendeu dois imóveis de luxo, ainda em construção, na Madeira, por 4,1 milhões de euros. 

A Prometheus International vendeu duas casas de luxo na ilha da Madeira, por 4,1 milhões de euros. As propriedades foram pagas em criptmoedas, pelo método da tecnologia 'blockchain'. Esta foi a primeira vez que isso aconteceu em Portugal, segundo informa comunicado enviado ao Notícias ao Minuto.

De acordo com a mesma nota, o anúncio foi hoje avançado pelo CEO da promotora imobiliária. Priyesh Patel, que revelou a concretização de um acordo, em agosto, para vender duas casas de luxo, pagas com a criptomoeda Cardano.

Note que a empresa desenvolveu novos protocolos que permitem a integração desta nova área de mercado nos seus requisitos internos KYC (“Know Your Costumer”) para concluir a transação em euros antes do registo e torná-la assim compatível com as leis europeias.

Por sua vez, a posse dos imóveis também estará disponível como um NFT (Token Não-Fungível), permitindo que os futuros proprietários revendam as propriedades com apenas um clique, através da tecnologia 'blockchain'. As transferências e os registos de propriedade estarão a cargo da Prometheus, até que os governos adotem a tecnologia 'blockchain' nos seus processos.

Projeto 'blockchain'

O projeto 'The Royal Blockhouse', desenvolvido pela promotora, em conjunto com 'influencers' europeus neste espaço, conjuga as infraestruturas NFT e 'blockchain', sendo esta a primeira do género no mundo imobiliário, lê-se no documento.

Consiste num conjunto de vivendas internacionais de luxo, projetadas por arquitetos da promotora, escandinavos e portugueses, e totalmente geridas na 'blockchain'. Os investidores poderão adquirir propriedades de luxo e ganhar dinheiro com as rendas, detendo 'tokens' que representam uma parte de uma propriedade.

A empresa tem atualmente cinco empreendimentos imobiliários de luxo na Madeira, estando outros em desenvolvimento. Estes projetos têm “um nível de execução e acabamento sem paralelo na região”, afirma o CEO da Prometheus. Os projetos Aurora e Interestelar, na Calheta, e o projeto Saudade, na Ponta do Sol, têm entrega prevista para 2022, num valor total superior a 15 milhões de euros.

Faz ainda notar o mesmo documento que a Prometheus centra atualmente a sua atividade na Madeira, em Portugal, definindo-se como uma empresa que tem como missão “garantir a construção de imóveis de luxo da mais elevada qualidade”.

Leia Também: CGD quer recuperar 18 milhões de negócio imobiliário na Madeira

Campo obrigatório