Meteorologia

  • 26 OUTUBRO 2021
Tempo
24º
MIN 14º MÁX 25º

Edição

Imobiliário Habitação Novo projeto residencial soma mais 2...

Novo projeto residencial soma mais 256 apartamentos em Vila Nova de Gaia

O novo empreendimento prevê oito edifícios com 256 apartamentos de tipologias T0 a T5. Os valores dos imóveis deverão rondar à volta dos 150 e os 900 mil euros.

Gaia Hills -

Os valores dos imóveis deverão rondar à volta dos 150 e os 900 mil euros.

Na margem do rio Douro, em plena zona ribeirinha de Vila Nova de Gaia, irá nascer mais um projeto residencial. Depois do condomínio privado Quinta de São Marcos na mesma zona, eis que surge o Gaia Hills. De acordo com o comunicado enviado ao Notícias ao Minuto, com um investimento total de cerca de 85 milhões de euros, o empreendimento prevê oito edifícios com 256 apartamentos de tipologias T0 a T5 e os valores dos apartamentos deverão rondar à volta dos 150 e os 900 mil euros. 

“A localização na primeira linha de rio, confere a este projeto uma vista impactante sobre o rio Douro, a que acresce toda uma ampla zona verde envolvente", começa por revelar David Carreira, Senior Project Manager de um dos promotores do projeto, Thomas & Piron.

"A qualidade da construção, a par da funcionalidade dos apartamentos, as áreas exteriores exclusivas e o estacionamento privativo, são, juntamente com a localização e vistas, sinónimo de qualidade de vida", acrescenta.

Com uma vista panorâmica sobre o Douro e a agregar uma área total a rondar os 30.500 m2., o 'Gaia Hills' materializa-se num empreendimento residencial direcionado para famílias. Este novo projeto é “uma oportunidade de investimento seguro, dado o projeto acentuar detalhes de excelência, pelo que estamos confiantes que terá bastante procura", nas palavras de Christian Terlinden, Managing Partner do Promiris, outro promotor do empreendimento.

Todas as unidades beneficiarão de áreas de terraço amplas com vistas sobre o rio e a cidade do Porto. O projeto conta com a assinatura do Gabinete Saraiva + Associados e apresenta-se como um conceito moderno de habitação combinado com a natureza, pois assenta numa abordagem ecológica e sustentável, lê-se no documento. Desenvolvido em duas fases, o arranque da construção está previsto para o segundo semestre de 2022.

Leia Também: Mais seis novos apartamentos irão nascer junto à Foz do Douro

Campo obrigatório