Meteorologia

  • 20 OUTUBRO 2021
Tempo
19º
MIN 16º MÁX 26º

Edição

Imobiliário Habitação Qual é a freguesia com mais moradias...

Qual é a freguesia com mais moradias disponíveis no concelho de Oeiras?

A União das Freguesias de Oeiras e São Julião da Barra tem disponíveis no mercado imobiliário cerca de 1.173 imóveis para comercialização, sendo que 166 são moradias.

Qual é a freguesia com mais moradias disponíveis no concelho de Oeiras?

A União das Freguesias de Oeiras e São Julião da Barra tem disponíveis no mercado imobiliário cerca de 1.173 imóveis para comercialização, sendo que 166 são moradias. Segundo o Guia de Zona da União das Freguesias de Oeiras e São Julião da Barra, da REATIA, enviado ao Notícias ao Minuto, esta é a freguesia com mais moradias disponíveis no concelho de Oeiras em comparação com as quatro restantes freguesias.

Segundo os dados apresentados hoje pela plataforma, apesar dos apartamentos dominarem o mercado residencial nesta zona, (766 imóveis), a UF de Oeiras e São Julião da Barra, Paço de Arcos e Caxias é a freguesia do concelho de Oeiras que oferece maior opção de escolha na hora de investir numa moradia.

No caso de investimento num apartamento, é a tipologia T0 e a T2 que apresentam o preço m2 médio mais vantajoso: 2464 euros e 2571 euros, respetivamente. Ainda assim, as tipologias de apartamento T2 e T3 são as mais comuns no mercado, com uma oferta de 207 apartamentos de tipologia T2 e 204 apartamentos T3. 

De acordo com o market report da REATIA, adquirir um apartamento nesta zona irá custar, em quase todas as tipologias de apartamentos, um preço médio superior a 3000 euros por m2

Já por referência ao mercado de arrendamento, com base nos imóveis disponíveis para comercialização nesta zona, a renda de um apartamento T1 apresenta o preço médio de 714 euros. Já no caso de pretender arrendar um apartamento T2 ou um apartamento T3, o custo médio é superior a 1000 euros mensais em ambas as tipologias (1169 euros e 1352 euros, respetivamente). 

Pela sua localização privilegiada, esta freguesia do concelho de Oeiras é escolhida por muitas famílias na hora de investir numa propriedade, informa a plataforma em comunicado.

Por exemplo, a compra de um apartamento T3 nesta zona de Oeiras exige um investimento menor que um apartamento T2 em Belém, lê-se no documento. Isto porque um T2 em Belém de 90 m² rá custar mais de 470 mil euros, enquanto que nesta freguesia do concelho de Oeiras, um T3 de 115m² irá custar cerca de 390 mil euros. 

Leia Também: Preço das casas sobe 12% em dez das economias mais desenvolvidas do mundo

Campo obrigatório